segunda-feira, 22 de junho de 2009

La tête du Philosophe Sofocles

Acabou de rolar aqui em Lyon um festival que se chama Les Invites. É um festival de rua gratuito, com música e teatro. Muito bom! Na quinta, vimos uma tal de Tahiti 80 (uma banda). Era a cópia de The Thrills, impressionante, mas Camilo não gosta muito desse tipo de rock, então me contentei, sem muito sacríficio em beber e ir para casa cedo. Mas na sexta a coisa foi diferente. O dono de um bar que ele conhece, disse que uma companhia de teatro muito boa ia se apresentar à noite. Chegamos exatamente no primeiro segundo da apresentação.

O nome da companhia é Les 3 Points de Suspension, é um humor meio pastelão, mas muito engraçado! Eu gostei tanto que pedi a Camilo para irmos de novo no dia seguinte ver o espetáculo em outra praça.

A peça é apresentada por quatro caras vestidos com uma roupa colada prateada e toucas de banho. Dois deles usam dentes postiços, o que torna a coisa automaticamente engraçada, independente do que eles venham a fazer. O palco é ornamentado com um monte de porcaria, (cabeça empalhada de veado, vitrola, cruz de ferro) e atrás das cortinas, há uma cama elástica que foi usada pelos atores que se arremessavam para lá e para cá, levando Luci ao delírio. Eu vou contar um pouco como foi, porque só de ver as fotos eu começo a rir!

A história gira em torno, basicamente, da perda da cabeça do Filósofo Sofocles (eles repetem essas palavras até a exaustão). Quem narra a história é um cara vestido com cinta-liga preta e óculos Ray Ban que, no meio da cena, sapateia do nada:

clique nas fotos para ampliar

As personagens:

O Filósofo Sofocles


A irmã de quatro braços do Rei


O Rei

O Filósofo se apaixona pela irmã de quatro braços do Rei. Este, preocupado com a virgindade da irmã, manda matar o Filósofo Sofocles. A irmã de quatro braços então se transforma em corvo (sei lá o que porra é aquilo) e vai tentar salvar a cabeça do Filósofo Sofocles para jogá-la no mar do fim do mundo, e assim, deixar em paz o espírito do Filósofo Sofocles, ou qualquer coisa parecida com isso, já que assisti o espetáculo em francês.

Uma das cenas que eu mais amei é a sequência que começa quando entra em cena a irmã do Rei . Os atores, com muita habilidade, escrevem uma carta enquanto tomam café, acendem e fumam um cachimbo e tocam cavaquinho!


Entra em cena o Filósofo Sofocles e começa a se declarar e pular na cama elástica. No espetáculo da sexta, havia pétalas de rosa na cama elástica, que pulavam encantadoramente no ar enquanto a Princesa tocava um cavaquinho com seus quatros braços. Como não poderia deixar de ser, eu chorei. Não há cena surreal que não possa me provocar choro (ver primeiro vídeo).

O espetáculo conta ainda com mágica e até uma catapulta, que, em certo momento, arremessa o Corvo que dá um vôo incrível por cima do palco! (ver o segundo vídeo). O espetáculo é lindo! A trilha sonora é linda e os atores são estupidamente engraçados. É uma pena que a probabilidade dos meus amigos verem é ridícula. Por isso mesmo eu tirei um monte de fotos e gravei uns cinco vídeos na segunda vez que fui. Vou postar dois vídeos e as melhores fotos!

A morte do Filósofo Sofocles


Com direito à magica...
(na sequência, o cabo da vassoura atravessa o Filósofo!)


e à sangue - eis a famosa cabeça!

E aqui, os vídeos:

Neste, os amantes se encontram. Cantam em espanhol quando, de repente, o Rei entra em cena:

Rei: Vocês estão cantando em espanhol? Vocês estão apaixonados?!
Filosofo Sofocles: No son los problemas que buscan a la gente. Es la gente que busca los problemas!
Rei (pensativo): Vamos a la playa?



Aqui, o vôo do Corvo!




Para mais: Les 3 Points de Suspension

5 comentários:

monique disse...

macacada, tinha que ser coisa de monstrinho.

Nadiane disse...

Obrigada por ter pensado em seus amigos POBRES mortais!
E devo dizer: oq senti foi INVEJA! =P
O teatrinho é muitox bom!
Bj
=*
SAUDADES!

Luís Venceslau disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luís Venceslau disse...

Muito foda. Enquanto tu vê isso aí a gente se contenta aqui com Pastoril Profano. ¬¬

E pensando bem, aquilo lá não é tão Literatura Barata assim. Tem q ter computador, net e energia pra ler, coisas caras..

Mas eu nem achei tão explícito assim, nem citei o clitoris, por exemplo.. Um dia eu chego lá. =D Ainda assim, valeu a sugestão. Uma pessoa q escreve algo do naipe de "O chão" tem q ser ouvida sempre.. =~

* Ah! Tem um filme q tu tem q ver. Baixe, alugue, roube, mas VEJA. Olha o trailler: http://www.youtube.com/watch?v=2E0RoL68t4o

neco tabosa disse...

que espetaculo du peru!

valeu ter descolado a retina assistindo :D to brincando com o parkinson mais que normal.....obrigado pelos videos

Talvez

Related Posts with Thumbnails