quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Especial Brasil: paredão de fuzilamento

Apesar de saber que a Rede Globo é a maior emissora de TV do país, sempre fico abismada pelo desespero dos brasileiros na França à procura de um pacote de TV que exiba a Globo. Gente, é saudade do quê? Da má educação do Faustão? Da homofobia do Pedro Bial? Da Ana Maria Braga e suas mensagens de "yes, you can"?

O post de hoje foi parido graças a cinco minutos e meio de novela que assisti. Ontem, por volta das 19h, liguei a tv e me deparei com a Cama de Gato. "Vejamos o que seja isso".

Cena 1: Vilã entra afobada na casa do mocinho-banana interpretado pelo Marcos Palmeira. Segue diálogo:

- Pelo amor de Deus, Pedro Henrique (ou qualquer coisa que o valha), você não pode se casar com a Raquel! Eu vim aqui impedí-lo!
- Não seja louca, Maria Cristina! Você não pode mais me separar da Raquel!
- Tá massa, doido, tu vai ver!

Aí a louca sai da casa dele vinte segundos depois de ter entrado- aliás, eu nunca vi uma pessoa tão decidida. Então, Pedro Henrique recebe os parabéns do seu empregado que, pasmem, é negro. Pedro Henrique sai de casa e, no jardim, ouve, sem ser percebido, uma conversa de Maria Cristina com o "capanga" dela:

- Seu idiota! Se você tivesse matado o Pedro Henrique como eu mandei, nada disso estaria acontecendo!

De repente, eis que Pedro sai do seu esconderijo:

- O quê?! Quer dizer que foi você quem tentou me matar?!
- Ohhh! Nã-não, Pedro! Você está entendendo tudo errado!
- O Tobias tinha razão sobre você!
- Não, Pedro! Não é nada disso do que você está pensando!

Haha! Sério? "Não é nada disso do que você está pensando"? Não tinha uma frase mais batida não, minha senhora? Mas o melhor vem depois, pessoal: sabem o que o Pedro Henrique faz? Ele diz que vai entregar os dois, vira as costas e tenta entrar no carro dele. Ô, Marcos Palmeira! Sério, cara: você descobre que duas pessoas tentaram te matar e você dá as costas pra elas depois de tê-las ameaçado?

Suspiro.

Bom, depois os três em questão dão início a uma perseguição de carro que, provavelmente, vai deixar Pedro Henrique em coma até o fim da novela, quando ele acordará e entregará Maria Cristina à polícia. Pfff...

Depois muda a cena: uma adolescente de cabelo vermelho anuncia ao seu namoradinho sem pêlo que está grávida dele. Mas antecipa: "se você não quiser assumir, tudo bem, eu cuido dele sozinha". Daí o guri diz extasiado, como quem cheirou uma carreira, que vai assumir o guri e que a ama e que:

- Eu vou ser pai! Que emocionante! Nós vamos ser felizes! Eu vou sustentar você com minha mesada. Tudo vai dar certo!
- Que legal, como a vida de novela é fácil!

Desde a época em que eu assistia Malhação é que é assim. Só agora, me veio à cabeça três casos de amor sem barreiras em Malhação: no primeiro, a menina engravida e o maior conflito do casal é sobre a escolha do nome do bebê. No segundo caso, o carinha descobre que tem AIDS e a namorada casa com ele. No terceiro, a menina fica paraplégica e o seu final amoroso também é feliz.

Antes que me joguem pedras: não tou dizendo que essas personagens deveriam ter um final infeliz somente porque tem problemas (doença, gravidez indesejada etc), mas o que me dá nojo é a forma com a qual a Globo romantiza tudo. O que uma telespectadora de 14 anos pode entender da última cena? Mesmo diante da seriedade de uma gravidez na adolescência, o meu príncipe me salvará: vamos casar e ser felizes. Mas enfim, aposto no progresso televisivo desse país. Ontem, por exemplo, soube que o BBB recebeu 60 milhões de votos pro último paredão. Bial, O Homofóbico, comemorou o recorde.

Em tempo: BBB 10 na Lola

15 comentários:

Amanda disse...

Pois é, como que essas novelas ainda fazem sucesso, né? Aqui na França de vez em quando passam duas delas, mas olha, eu passei a acha-las tão, mas tão ridiculas! Ainda mais com aquela dublagem em francês! Parece que estão zuando, sabe? Descobri uma coisa: os mexicanos somos nos!

Sera que é esse o atraso brasileiro? Enquanto os franceses estão assistindo programas interessantes, engraçados, inteligentes, os brasileiros se alienam com as novelas. Sério, não tem nem comparação! São essas e outras que me fazem pensar se eu conseguiria voltar pro Brasil, sabe?

Sabe que tem umas garotas que procuram um indiano pela internet soh por causa da novela?? Descobri que tem muitas brasileiras que largam tudo, vão pra india sem conhecer o cara, sem falar inglês, sem dinheiro, para viver um amor de novela e chegam la e se ferram, né? No blog da Jarid, vc conhece?, ela acompanhou o caso de uma garota que ja estava até sendo envenenada!

Bel Boucher disse...

Eu tenho medo de brasileiros que querem assinar a globo internacional.

Neide disse...

Oi Luci e as ferias??, estou indo sabado dia 27/02! Amanda sobre o blog da Jarid eu li, é um absurdo!!!mulherada carente!!!!

Ana disse...

Oi moça, tudo bem?
Adorei seu post. É sempre a mesma coisa essas novelas, tudo draminha bobo e romancezinho açucarado.
Esse bbb dá vergonha, ficam promovendo um cara machista e homofóbico. Que bom que vc nao perde mais seu tempo vendo essas besteiras!
beijos,

Ana Flavia disse...

Morro de saudade de muita coisa do Brasil, mas a TV nao é uma delas. Mas quem nao gosta é excessao: a maoiria dos brasileiros por aqui assitem pelo menos a record, mais fácil de pegar, sem assinatura. e quando mainha veio de férias, lá fui eu atras das novelas dela no youtube. A massa ta pega mesmo.

Glória Maria Vieira disse...

Sem falar que o nome da novela é bem interessante: "cama de gato"! aushuahsuahu Nâo vou dizer que não causa a curiosidade de tipo: ó, pq será cama de gato? o que será cama de gato? o que é cama de gato? ... eu respondo: uma bosta!
Mas não só acontece com a tv não, Luci,no nosso meio 'blogueiro' mesmo! Quantos blog's idiotas vc se depara? com pessoas expondo as mais estúpidas coisas, os mais preconceitos idiotas?!Semeando leseira e ignorância, né?!

asnalfa disse...

O nome da novela deveria ser "Caixa de gato".... Mas pq o Bial é homofobico?? Quem voutou pra tirar a "moranguinho" foi o povao... O brazil é homofobico. Ô raça...

Helena disse...

Novela, "reality shows", é tudo lixo. Por isso que não tenho televisão em casa, simples assim :)
Agora, só não concordo quando a Amanda diz que na França as pessoas vêem programas interessantes. Há muito lixo lá também, e, inclusive, uma novela que já dura três anos, de tanto sucesso, Plus belle la vie. Fora que eles também são fãs da télé réalité: Île de la tentation, Love and Bluff : Qui de nous 3 ?, La Ferme Célébrités, Star Academy, Un dîner presque parfait, Secret Story... só pra citar alguns que eu já ouvi falar... ou seja, Ttem lixo na TV em qualquer lugar do planeta, não é especialidade nossa.

::: Luís Venceslau disse...

O pior de tudo é q o BBB consegue ser mais interessante e mais atrativo do q as novelas, sendo q ele tb não deixa de ser uma.

Faustão, TV Fama, Gugu até de madrugada.. É por isso q TV a cabo tá deixando de ser luxo pra virar necessidade.

Bel Boucher disse...

Devo concordar com a Helena. Entendo o que a Amanda quis dizer. Aqui na França, há diversos programas de debates, tudo o que o sarkokô fala é debatido e criticado por um zilhão de pessoas na tv, etc.
Mas aqui também tem muito lixo. De manhã até 19h não se pode ligar a televisão. Só tem roletrando, soletrando, programa do milhão, da vida. Nada presta. Aí, depois, tem o jornal. Beleza. De vez em quando um documentário interessante, e tal.

Mas o esquema de tv na França é curioso e rende vários posts. Quem sabe faço um.

Bel Boucher disse...

Devo concordar com a Helena. Entendo o que a Amanda quis dizer. Aqui na França, há diversos programas de debates, tudo o que o sarkokô fala é debatido e criticado por um zilhão de pessoas na tv, etc.
Mas aqui também tem muito lixo. De manhã até 19h não se pode ligar a televisão. Só tem roletrando, soletrando, programa do milhão, da vida. Nada presta. Aí, depois, tem o jornal. Beleza. De vez em quando um documentário interessante, e tal.

Mas o esquema de tv na França é curioso e rende vários posts. Quem sabe faço um.

Ana Flavia disse...

Muita bem vinda ao meu blog, Fiquei toda feliz ao ver q vc estara me acompanhando também. te acho super.
Beijo.

Amanda disse...

Olha os comentarios bombando e eu sem saber....!

Pois é, o que eu quis dizer é que aqui na França pelo menos as pessoas têm opção de assistir bons programas! Ta certo que não tem programas bons 24h por dia, mas não raro passam uns excelentes! Coisa que no Brasil simplesmente NAO TEM. E até os bobinhos são legais, tipo un diner presque parfait. Uma ideia super simples e bem bacana. Agora concordo que tem uma novelas e séries que ninguém merece! Aquela Helene et les garçons é a pior!!! E a ferme celebrités tbm é um lixo, mas a audiência despencou!

Volta Luci!!!!

luci disse...

pessoas, se há uma coisa que eu não conheço são os programas de tv na frança. não conheço porra nenhuma. passei os oito meses na frança muito feliz sem tv - mesmo sabendo que eu deveria assisti-la pra melhorar meu frances. tv é uma coisa que toma tempo e eu prefiro perder o meu na net. até aqui perco tempo, por isso venho rarissimas vezes postar e/ou comentar atualmente. um vicio de cada vez. mas ja ja eu volto!

asnalfa: pedro bial, vendo uns caras dançando balé, disse que era coisa de viado. (in)felizmente o microfone captou o comentario babaca. se isso nao for homofobia eu nao sei o que eh.

agora, me surpreende voce falar que a "raça" do brasil é ruim por ser homofobica. logo tu que tem tanto preconceito e que, caso nao fosse gay, seria homofobico. tambem.

Thayz disse...

Eu tenho medo de brasileiros que querem assinar a globo internacional.²
Por isso que eu fico longe da TV, que só é utilizada para assistir filmes.
Post maravilho, Luci.

Talvez

Related Posts with Thumbnails