quinta-feira, 4 de agosto de 2011

5 ml

Quando Camilo se demitiu do emprego, ele ganhou dos colegas, além de uma inutil maquina de fazer capuccino, um par de ingressos pra um famoso festival de Lyon, o Nuits de Fourvière. Ja falei dele aqui. Fiquei toda pimposa com o regalo, porque entre as atraçoes tinha uma banda que gostamos muito, o Dub Incorporation

Apesar de saber que iriamos viajar cedissimo no dia seguinte, ao meio-dia, estavamos afim de encher a cara, entao preparamos uma preciosa mistura de vodka e suquinho de laranja numa garrafa e rumamos pro show. "Eu sei que a gente nunca vai ficar bêbado com essa garrafinha, mas no show a gente continua a beber outra coisa", profecisei. 

Conselho: nunca subestime o poder do alcool.

Quando a garrafa terminou, eu ja tava sorridente. O festival se passa num dos lugares mais charmosos de Lyon, o teatro galo-romano. Como chegamos tarde, acabamos pegando um lugar péssimo pra quem tava afim de beber: longe do banheiro e do bar. Assim que o show começou, exatamente no horario indicado no ingresso, fui comprar vinho. Pra compensar a ida, comprei logo três copos. Como eles estavam muito cheios, dei umas bebericadinhas inocentes em cada copo pra que eles nao derramassem. Antes de eu voltar aos nossos lugares, três viraram dois. 

O show tava lotado, eu nao achava mais nossos lugares. Parei no alto da escadaria pra procurar Camilo. Passei os olhos minuciosamente em cada fileira da platéia. Vi gente gorda, magra, branca, preta, anao, traveco, ET, criança, cachorro e zumbi. So nao vi Camilo. Beberiquei mais um tequinho, procurei mais, me impacientei, quis desistir, beberiquei, procurei, procurei mais, beberiquei, me impacientei, bebi, bebi e nada de Camilo. Quando dois ja tavam virando um, vi um homem desesperado sacudindo um cachecol vermelho. 

Continuei subindo as escadas, dei uma volta fenomenal por tras das fileiras pra evitar o mar de gente e, quando finalmente entreguei o copo a Camilo, tive vontade de fazer xixi. Tomei o que tinha restado do meu vinho e fui ao banheiro. Pra compensar a ida, comprei mais três copos de vinho e voltei pro show. 

Show nesse teatro é mesmo um espetaculo, coisa diferente de tudo que ja vi. Curto quem ta no palco, mas passo a maior parte do tempo admirando o publico. Milhares de maos levantadas numa coreografia harmoniosa, o eco das vozes amplificado pela arquitetura do lugar. E eu no meio disso tudo. E eu no meio disso tudo, morrendo de vontade de fazer xixi outra vez. "Vou la antes que piore". Vocês conhecem aqueles comentarios que as pessoas fazem quando vao falar do "defeito" fisico de alguém? Por exemplo, um narigudo: "eita, que essa pessoa passou três vezes na fila do nariz!"? Pois bem. Quando Deus foi distribuir as bexigas, ja nao havia mais nenhuma na minha vez mas, bondoso como Ele é, me disse

- Luciana, eu vou te dar essa bexiga de passarinho.
- Que historia é essa, Deus?
- Luciana, eu escrevo certo por linhas tortas.
- Parabéns. Mas eu quero uma bexiga hu-ma-na.
- Desce.

Aih eu nasci.

Vinte e seis anos depois, la estava eu indo ao banheiro. Comecei a andar bem rapido porque senti que o negocio ia piorar em alguns segundos. Quanto mais eu me aproximava do banheiro, mais eu sentia vontade de mijar. A cada passo, o xixi ia aumentado e a bexiga ia diminuindo. Comecei a correr. Nao foi boa idéia. Parei. Tentei andar de pernas cruzadas e nao vou nem descrever o quanto fiquei ridicula tentando fazer isso. Vi o banheiro. Esperança. Nao tinha fila. Corri, peguei na maçaneta da porta e… fiz xixi nas calças. 

Essa é minha vida, Brazeel. 

Nunca saberei quanto tempo passei sentada naquele vaso tentando secar uma calça jeans com papel higiênico, mas digamos que a primeira banda acabou assim que voltei pro meu lugar. Acho que nao comprei mais vinho quando voltei, mas ha controvérsias. A atraçao seguinte era Tiken Jah. Queria descrever o show dele, mas nao lembro bem o que aconteceu. Mas eu tava feliz, apesar de.

Camilo me lembrou no dia seguinte que eu derrubei cinza de cigarro na cabeça da mulher que tava sentada na minha frente (sem querer) e que eu ficava colocando chifre na cabeça dela com a mao. Pelo visto, nao passei nenhuma vez pela fila da maturidade. Logo em seguida, antes do show acabar, "tu levantasse de repente e falasse 'amor, tou muito bêbada, quero ir embora'". E a gente foi. Como vocês podem ver, o show foi muito bom! 



18 comentários:

Wilqui Dias disse...

kkkkkkkkk pena que vc nao viu o show né? quer dizer viu mas nao lembra rsss, essa de fazer xixi na roupa rss eu ja fiz xixi dentro da loja da OI telefonia celular no Brasil,nao aguentei chegar no banheiro, eu era a segunda pessoa a pegar a bexiga de passaro la com o todo poderoso..rss mas eu fui safada..como sou gordinha e tenho uma baita barriga(gordura) eu estiquei mais e disse que tava gravida pra ver se me ganhava o pedao da galera por ter mijado tudoooo na loja foi muiiita vergonha meu esposo quase vira um telefone de tanta vergonha....EU ESTAVA MORRENNNNNDO DE SAUDADES DE SEUS POST.... que bom que os convites foram prsente por que pagar pra mijar é foda!!! rssss bjs

Maite disse...

Muito bom. Como sempre!
E ah, eu te entendo ;) m.e.s.m.o!
Beijuuuu!

Luciana Nepomuceno disse...

Amiga, amiga, amiga, sinto culpa, devo ter recebido uma parte da tua bexiga por engano, confusão de nomes e talz - porque minha bexiga é super solidária com o fato de que eu nasci pra mesa de bar e não pro banheiro dele.

Mas, mesmo assim, corri sério risco de mimijar lendo esse post. Ficar colocando chifre na pessoa da frente, ahahah, amei.

Baka disse...

uhauhauhauauha!
virei suuuuuuuuuuuper fã do seu blog e já tava sentindo falta dos seus posts! sério, eu amo como vc escreve, vc é extremamente engraçada!! já tava em crise de abstinencia por tanto tempo... mas ja comecei a ler os post anteriores e um dia eu acabo tudo \o/!!!

Mari Biddle disse...

Próxima vez use meu plano infalível - desça as calças no meio da galera e faça xixi. Aqui dá cadeia mijar na rua. Aí deve ser a mesma coisa mas, dignidade, amiga! Um pouco de dignidade.

Rosa Lopes disse...

Veja as coisas do mundo, eu tenho essa bexiga que vc gostaria, mas o fígado jaz, não me permitindo bber nem metade, nem sua 1/4 parte, fico pra morrer, mas como o ser humano é estranho eu fico lá, dando suporte aos bêbados ao meu redor.

Outra coisa, achei linda a cumplicidade com seu marido, é ele o responsável pela sua memória?, isso é amor!!!
Ha!! Vai de saia da próxima, pelos joelhos de preferência, vc encosta na parede como quem está sentada numa cadeira, a saia te cobre a parte da frente e é só relaxar.
Em Olinda (no carnaval) isso não funciona muito pq difícil é encontrar uma parede seca, mas pra shows tá valendo.
Bj

Helena disse...

Eu tenho uma técnica, Luci, e juro que funciona! É o seguinte: o tamanho da bexiga é proporcional à distância do banheiro. Então, o que tu tem que fazer é enganar o teu cérebro quanto à distância do banheiro. Quanto mais a gente se aproxima do banheiro, mais a vontade aumenta. Feche os olhos e pense: "estou muito longe do banheiro, estou muito longe do banheiro, eu estou do outro lado do teatro" vá conscientizando o teu cérebro de que você está realmente longe do banheiro. Da mesma maneira, sua bexiga vai voltar a crescer e você sentirá um alívio. Neste momento, tente manter em mente o lugar onde você não está, continue enganando o teu cérebro. Daí dá tempo de chegar no banheiro e tirar as calças, e tu pode liberar o teu cérebro pra se dar conta de onde ele está. Juro que funciona muito!

Somnia Carvalho disse...

Meo! eu fiquei pensando annnssin: quem e essa luciana que agora entrou na historia????? hahaha... eu nao sabia senhorita Lucy que seu nome era Luciana! e olha que ate poderia ser alguma coisa obvia! eu nunca peguei nenhum post seu que tinha o nome completo!

Essa e a minha vida Brazeeelll! hahaha... adorei!

voce me inspira a tirar da sacola o meu lado tentando ser engraçado! adoro esses posts!

Lucyyyyyy! agora faz cara de seria e madura porque vou falar algo importante: eu to promovendo um concursito de textos narrativos. O tema e "uma foto, mil lembranças" e eu queria muito, ficaria muito honnnrrrada se a senhorita participasse okey!

tambem aproveito pra convidar todos os seus leitores e leitoras, mesmo quem nao tem blog a escrever!

informacoes no seguinte linkeee:

http://borboletapequeninanasuecia.blogspot.com/2011/08/concurso-de-melhor-narrativa-uma-foto.html

um chifrinho na sua cabeca!

Rita disse...

Ai, gente... não é possível... sacanagem, né? Eu consigo ficar uma era sem ir ao banheiro, mas entendo o desespero quando não dá mais para esperar. Tadiiiiiiiiiinha docê, hehehehe.

Enfim, sempre há o Camilo para contar como foi o show. Ê.

Beijos
Rita

Glória Maria Vieira disse...

MEEEEEEEEENTIRA, NÉ CHEFA?!
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
QUE AAAAAAAAARTE!
Minha amiga. QUE "SIRVIÇO MALIFEITO" DA BOBA!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Ô, my God! Tadinha de você...
MAAAAAAAAAS o que é uma mijadinha, né?! Nesse calor... Refresca e tal. AUSHAUHSUAHSUHAUHSUAHSUHAUSHUAHS


Por essas e outras que eu amo tu.

Eliana disse...

Só a bexiga de passarinho?!?! Cadê o juízo? hahahahaha O show com certeza aconteceu com vc lá no meio da galera também!hahahah Vc consegue transformar seus perrengues em verdadeiros textos hilários! hahahahahaha Tanto hahaha é pq eu tô rindo mesmo! hahahaha

Mariana disse...

hahahhah! Vamos fazer um acordo Luci! Eu te passo a minha bexiga de elefante (juro!) e tu me passa tua tolerância ao alcool (eu ia ficar bêbada so com o suco de laranja, juro!)... hein, hein????
Tu és uma comédia viva criatura, muito!!
bjus!

Drixz disse...

kkkkkkkkk Eu imagino o quão engraçada vc deveria estar nesse show. Infelizmente a birita é mooooito cara na Suécia e quando eu cheiro uma dose de wisky não dá tempo nem de pagar mico, vou direto para cama dormir.

PS: Eu passei umas duas vezes pela fila da lerdesa. Só não fui a terceira pq esqueci.

Simone Westerduin disse...

ahhahahaah Luci, mijar é uma coisa sagrada, quando o momento chama é preciso ir! Me lembro de quando o ônibus não passava, e eu precisava muito fazer xixi,mas era o ultimo ônibus e depois não teria como pegar outro. me abaixei e fiz ali mesmo no ponto de ônibus. Toda vez que passamos por lá marido lembra e aponta: lembra quando você mijou ali,no naquele cantinho? Momento eternizado.

beijao

Camilo disse...

qual é Deus! quem é que se fode agora cuidando dessa criatura ?

Caso me esqueçam disse...

wilqui: sério?! minha nossa senhora! e eu achando que minha historia tinha sido grave! O_o

xarah: preciso praticar mais esse negocio de beber pra ver se administro melhor minha bexiga. a pratica leva à perfeiçao. certo?

baka: tao bom ver comentarios como o teu! soh nao sei agradecer à altura, mas adianto que eles me estimulam a escrever, eh bom saber que eu nao tou falando sozinha! :)

mari: dignidade? o que eh isso? :D

rosa: olha, eu nao saberia metade do que eu passo se nao fosse camilo. acordo no dia seguinte completamente acabada e começo as investigacoes. aih ele vai contando o que eu fiz. eh tao bonitinho, coitado! haja paciencia hahahaha

helena: testei tua tecnica hoje! juro, funcionou. na verdade, nao precisei fingir o tempo todo porque o banheiro tava bem longe mesmo hehehe mas quando fui me aproximando dele pensei "nossa, ainda falta UM QUILOMETRO". quando vi, ja tava de frente ao sanitario sem ter passado por vexame hihihihi entao, obrigada pela dica :D

somnia: "quem e essa luciana que agora entrou na historia?????" hahahahaha pois eh! eh luci de luciana hehehe

mariana: aih você me ganha! negocio fechado! :D

simone: e voce nem tava bêbada? O_o uma salva de palmas! eu soh apronto dessas com certo grau de alcool no sangue :/

camilo: amor da minha vida, deus escreve certo por linhas tortas! te vira!

Elaine disse...

Muito engraçado a história. Sorte que você não ficou com efeitos colaterais. Por muito menos (não cheguei a mijar completamente, só aquela vazadinha na frente da privada depois de momentos de tensão, olhando o horizonte pra não perder o foco e pedindo pra cortar a fila do banheiro) fiquei uns quatro dias com vazadinhas, mesmo sem estar apertada nem ter bebido cerveja. Era olhar pra privada e começar. Mas passou. Valeu pelo post! bj

Helena disse...

Bah, fico feliz que funcionou contigo :)

Talvez

Related Posts with Thumbnails