domingo, 28 de agosto de 2011

Especial férias (Jonzac) - parte MCMLXXV

Depois das bicicletas e da estadia de Amanda e Chèri em Lyon, Camilo e eu fomos visitar os pais dele. Apesar deles morarem no norte da França, eles estavam em Jonzac por motivos de saude: a mae de Camilo tem um sério problema nas articulaçoes do ombro. E Jonzac, vejam soh, é conhecida pela sua estaçao de agua termal, rica em sais minerais, e que é, comprovadamente, eficaz no tratamento de problemas nos ossos e articulaçoes. Bravo! Mas o que me interessou em Jonzac mesmo é que ela ta numa regiao que tem um forte carater historico, cheia de igrejas, cemitérios, castelos e outras construçoes medievais. Pra somar, a paisagem natural nao deixa nada a desejar. Passamos cinco dias de puro amor e tempo bom na cidade. 

Minha sogra é vegetariana e meio natureba. Ela conhece todos os pós, misturas, oleos e graos que podem potencializar o valor nutricional de qualquer prato. Ela aposta em tudo. Em Jonzac, ela conheceu um cara que vendia uns sprays especiais pra combater/evitar certos males. Um dos sprays ajudava a dormir, mas ele ja tava esgotado. Entao, Camilo comprou um que se chamava... courage. Isso mesmo, "coragem". Influenciavel como sou, comprei um vidrinho de coragem pra mim também.

Quando eu era pequena, passava as férias na casa da minha melhor amiga e a mae dela nos dava diariamente uma dose de Biotônico Fontoura. A gente devia ser meio amarelo, sei la. O comercial do produto dizia que ele dava muita energia, entao, logo apos recebermos nossa dose, saiamos desgovernados pela casa da mulher, gritando e tocando o terror, influenciados pela propaganda. Acontecia o mesmo quando ela nos servia espinafre. Crianças.

Contudo, meu povo, nao senti que fiquei mais corajosa com a coragem. Pior: tenho  preguiça de toma-la. Entao, fui verificar os ingredientes pra ver se eles poderiam provocar algum estimulo psicologico em mim: vi o nome cientifico de um monte de planta medicinal. Wikipedia soh me mostrou as propriedades de três:

angelica archangelica: ação digestiva e carminativa (elimina os gases), ação sedativa, equilibradora do sistema nervoso, tem poder antiinflamatório, diurético, depurativo e no combate a enjôos;

trifolium pratense: menopausa;

rosa chinensis: menstruaçao irregular;

Ou seja, Camilo, se você estiver no climatério, vai fundo. E como assim "açao sedativa"? Agora ta tudo explicado! Era por isso que eu tinha preguiça e nao sabia. Ah, esqueci do elemento mais importante da formula: conhaque à 20%! Finalmente, esse negocio pode até nao dar coragem, mas mal nao deve fazer. 

(Mas onde mesmo é que eu estava?). Ah, as férias!

Castelo de Jonzac - séc XV

Hospital dos Peregrinos - Pons 

Eu fiquei toda pimpona ao ver esse hospital. Paguei uma disciplina cujo tema era viagem/viajantes na época Moderna (disciplina na qual fui reprovada, diga-se de passagem). E, claro, a historia dos peregrinos nao poderia ficar de fora. Li muito sobre as passagens desses desocupados dos peregrinos pela Europa e esses hospitais eram pontos de apoio essenciais na viagem deles (e abrigo pros pobres, crianças abandonadas, velhos, cachorro, doentes e toda essa gente inutil que ninguém quer ter por perto). 

A concha é o simbolo dos peregrinos que costumavam costura-las nos seus chapéus como forma de identificaçao. Reza a lenda que a familia de um certo Caio Carpo Palenciano, la pelos idos de 44, estava na beira de um rio vendo passar um majestouuuso barco que navegava calmamente. Foi quando Caio se abestalhou e o cavalo saiu desembestado pra dentro do rio, sumindo com Caio e tudo. A familia de Caio ficou naquela expectativa: morre ou nao morre?, morre ou nao morre? E eis que, de repente, surge cavalo e cavaleiro de dentro das aguas cobertos de purpurina conchas. Caio perguntou, entao, aos marinheiros quem eram eles e pra onde iam. Eles responderam que iam pra Espanha levar o corpo de Santiago que estava dentro do barco.

Ooooh!

Aquilo se tratava de um milagre, minha gente. Viram? Agora, vocês estao culturalmente mais elevados depois dessa historia. De nada.

Estatua de um soldado da 1GM erigido em frente ao Castelo de Jonzac. Taih outra coisa que você encontra em qualquer cidade da França: monumento aos mortos de guerra. Il ne faut pas les oublier.

Eglise Saint-Gervais de Jonzac - séc XII

Posto a foto da calçada da igreja porque ela me interessa mais que a fachada: tao vendo essas marcas vermelhas no chao? Eh um cemitério que data dos séculos VI e VII, cheio de objetos pessoais dos mortos. As caveirinhas fashion, cheias de anel, brinco, colar, pulseira. Lindas!

Alambique ♥

Eu: o sol cegando e a grama espetando a bunda, mas ainda assim, florida

E pra confirmar que tudo é Historia, eis aih a famosa escadaria que faz a ligaçao entre a cidade alta e a baixa de Pons, construida em 1665, com seus 124 degraus (nao, eu nao contei). Ah, na foto: as duas mulheres mais importantes da vida de Camilo. Cof. 

 Pai de Camilo, fantasiado de Trotsky, e Camiloulou

 Paisagem biita I

 Paisagem biita II

 Paisagem biita III

E rosas que, à essa altura, nao existem mais

Fomos também à Talmont, uma vila tao charmosa quanto minuscula. O defeito dela: lotada de turistas (afinal, os unicos turistas aceitaveis somos nohs).

Proibido se abaixar

Église Sainte-Radegonde de Talmont (séc XII)

Foi aih que eu descobri que eu curto muito visitar (igrejas? nao.) cemitérios. E nao precisa ser naipe Père Lachaise. Qualquer cemitério beira de estrada me deixa muito pensativa, eu gosto de calcular o tempo de vida de cada pessoa e imaginar o rosto dela, o que ela fazia, do que ela morreu, de quem gostava. Fico tentando avaliar, pela quantidade de arranjos de flores nas sepulturas, o quanto ela foi amada ou se ainda é lembrada. 

Suzanne, te ponho aqui, caso te esqueçam





E alguém que foi lembrar alguém

Mas nenhum cemitério conseguiu ser mais sombrio que a praia que fomos no dia seguinte à visita à Talmont. Taih minha cara de entusiasmo que nao me deixa mentir: 

A mae de Camilo, coitada, cheia de boa vontade, sugeriu que fossemos ver o mar. Beleza, broder. Fazia um sol lindo em Jonzac e praia ficava a uns 40min de carro. Coloquei protetor solar, enfiei os oculos escuros na bolsa e percebi que, à medida em que nos aproximavamos do mar, o sol ia desaparecendo e, à medida em que o sol ia desaparecendo, eu ia junto. Enquanto as pessoas fazem topless nas praias do sul, nas praias do oeste elas vestem casacos. Mas nada de pânico, Luciana, você trouxe seu livro, você ainda pode ser feliz nesse lugar, pensei. 

Pensei errado. 

Um bilhao de quilos de areia fina se acumularam na minha iris. As crianças, visivelmente grandes dependentes de Biotônico Fontoura, estavam loucas do cu correndo pra cima e pra baixo e pareciam ser as unicas a se divertir - é interessante como um monte de areia molhada pode causar tanta fascinaçao numa criança. Porque todo o resto da populaçao tava jogado na areia, pareciam umas tapiocas. Vento frio. Eu olhava pro mar e tinha vontade de chorar. Sogra cogitou ainda a possibilidade de um banho de mar: "vou verificar se a agua ta quentinha". Taih um exemplo de mulher otimista. Ela voltou e disse "é. A agua ta quente, mas ta cheia CHEIA de agua-viva". Pff. Fomos embora antes que o tsunami viesse. 

(Jaca Paladium mode on) Agora, preparem-se para ler a dramatica historia da jovem que quase foi morta por um espinhento pé de amora.

La estava eu, contente e feliz passeando pela floresta, quando me deparei com um pé de amora. Pensei: vou pegar somente algumas para o caminho, nao vai fazer falta

Nao vai fazer falta o caralho. Toma! - disse a Mae Natureza. 

De repente, deu um vento lateral e os ramos espinhentos da amoreira me envolveram em uma teia mortal. 

Quanto mais eu me debatia, mais presa eu ficava. Eu ja estava dando meus ultimos suspiros quando, de repente, consegui me livrar da armadilha maligna de Gaya. 

 Felizmente, sobrevivi e hoje posso usar meu testemunho para salvar outras pessoas. 


Fim.

20 comentários:

Mariana disse...

Gente Luci!!! hahahahhahha! Adorei o relato da viagem, os oculos, as paisagens biitas, as vaaarias fotos e a historia da amoreira assassina!!!
Mais duas coisas:
#1 - vc emagreceu menina! Sim! Emagreceu sim!
#2 - eu também gosto de passear em cemitérios!!! Aham, jurooo!

bjus!!!

Palavras Vagabundas disse...

Adoro como você escreve e se descreve, rs
Não conhecia a história da concha e do tal Caio Carpo portanto, obrigado!
bjs
Jussara

disse...

Adorei a viagem e as fotos! Lugar lindo!

E do jeito que vc e Amanda andam sintonizadas, acho que hoje sai post la' no journal da Porte Dorée.

Aline Mariane disse...

e eu que achava que as conchas tinham a ver com os coquilles Saint-Jacques e os peregrinos que fazem o caminho de Saint-Jacques de Compostelle - hmm, quer dizer que é o inverso, então! aannhhh
Falando em lendas, sabia que a framboesa é vermelha e tem o formato de um seio (é, abstrai) porque uma deusa grega lá que eu não lembro o nome se espetou na framboeseira e o sangue dela tingiu a frutinha?!
Ah, contigo foi amora.
Vish, hoje tô mal nos comentários úteis... heheh
Bjss!

Eliana disse...

Ah, valeu a pena esta parte das férias, hein? Puts, o pai de Camilo é ele amanhã! rs...Lindas fotos Luci. E o que foi aquela armadilha hein...acho que eram frutinhas carnivoras e elas que ficam lá só para enganar as suas vítimas hahaha

Wilqui Dias disse...

quando comecei ler o post pensei logo...eba um vidro de coragem? quero quero!!! mas depois que vi que ele pode dá eh preguica aff quero nao já tenho demais..rss
Lu...que linda a historia desse lugar que vc visitou gostei muito....as fotos ficaram MAGNIFICAS, PERFEITAS, e praia gelada idem aqui só tem dessas, nunca vi igual....as amoras eram docinhas? esse galhos de espinhos sao do mal viu? e ciumentos rssss bjs

Anônimo disse...

Ainda bem que não sou só eu que visito cemitérios e tenho essas divagações, era, até agora algo secreto! Adorei as fotos e a planta assassina! Abraço, Jamile

Helena disse...

Gente, tu e a Amanda estão debravando lugares muito legais na França. Apesar do frio e da areia lá do Atlântico, tenho vontade de conhecer essas bandas também.

Rita disse...

Gente, eu chego aqui e vou pensando: dessa vez não vou rir alto, não é possível! Pff...

Ótimo post, como sempre! Tô toda feliz em ver que não sou a única pessoa que curte visitar cemitérios. Será um lance paraibanístico?

E o Ulisses tá louco pra plantar amoras aqui, mas teme os espinhos... vou falar pra ele vir aqui, assim quem sabe desiste de vez e a gente não corre o risco de ver o cachorro morrer espetado, ne?

Beijos, amei as fotos biitas!

Rita

Glória Maria Vieira disse...

Vamos por partes:

1) Queeeee castelos lindos, né Chefa?! Uma festinha num deles ia ser SUCESSO TOTAL. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

2)Que fotos lindas. Todas. De todos os lugares, catatumbas e tudo mais. Liiiiinda sua foto no meio do matinho florido sendo beliscada por formiguinhas. kkkkkkkkk hihi Sério: Liiiiiiiinda!

3) http://1.bp.blogspot.com/-mjmK-iG8EWQ/Tlp_KMHl7XI/AAAAAAAABfg/UhsLMmZRIns/s1600/Captura+de+tela+2011-08-20+a%25CC%2580s+19.19.42.png

Essa foto me tocou profundamente... Cabe como legenda: À espera do que não vai voltar... AAAAAAAAI!:~ Posso pegá-la pra mim?! Muito, muito expressiva esse seu click profissa, Chefa.

4) Sua cara de: OI? CURTI, DEI RT, COLEI NO MURAL FOI O BAFO! http://2.bp.blogspot.com/-9YUFCjN011U/TlqQXeSOl0I/AAAAAAAABgA/c2g0DMOeF9s/s1600/Captura+de+tela+2011-08-20+a%25CC%2580s+18.26.47.png

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Da "malandragi", mermão. o/

5) Amoooooooora malígna. UAHAUHSUAHSUHAUSHAUHSA No final, o que vale é que caiu "pa dentu", né?! Courage fez efeito, Chefa. Pense direitinho...

Laércio disse...

Hahahaha Você bem biscoiteira e serelepe atacando o pé de amora como se ataca uma geladeira e tchacabooom

Eita, essas camisas do EREH 2008 chegarão no próximo século. Meus bisnetos andarão pela Nova Zelândia e vão encontrar alguém usando. Olhe o que eu digo! rsss

Aaahhh Você é das minhas nas viagens. Encho o saco das pessoas olhando as plaquinhas que contam a história dos monumentos e tudo o que contar história. E se eu souber, encho o saco contando para as pessoas. Bem guia turístico mesmo! E me identifiquei demais com o fascínio pelos cemitérios. Não é a toa que parte do meu TCC foi no cemitério. E ainda tenho planos para trabalhos nesses lugares de memória!

Ei, tá fofinha, hein?! Tá parecendo comigo, com as bochechas sobressalentes! (falo mesmo)
Saudades!!!!! (aaah, criei um blog, mais um rsss mas ainda não comecei a escrever de fato, só na mente)

luci disse...

mari: desculpa, mas em relaçao à peso, a gente nunca deve confiar na opiniao dos nossos amigos ou dos nossos desafetos. eu soh acredito na balança. e na cintura da minha calça. e olhe lah!

palavras: é, mas eu contei a historia mal contada hahaha tem uma parte final que eh interessante, mas com oeu ja tinha passado 76543567890796h fazendo esse post, deixei pra lah!

dé: amanda eh uma safada, nem ta mais fazendo inveja. quer dizer, escrevendo…

aline: agora eu voce me confundiu! uheuehuehuee tem outra historia aih que a concha parece com uma mao aberta e isso remete à obras de caridade e sei la o que. eu nao sei o que originou o que… :/ e obrigada pela informacao. agora eu me sinto culturalmente mais elevada :D

eliana: voce devia ver o irmao de camilo e a mae. sao as mesma pessoa, mas um tem penis e a outra nao :P

wilqui: hahahahaha pois eh, pra ter preguiça a gente nao precisa de incentivo. hihihihi e elas ate que tavam boas, visse, por isso que eu tomei o risco de enfrentar os espinhos.

jamile: sei que nao parece ser o melhor programao de ferias, mas uma vez no cemiterio, tem-se que aproveitar o cemiterio :)

helena: vei, eu vou abrir excecao e ser babona: em relacao a comida e belezas naturais, a FR nao deve nada a ng :X

rita: gente, quem se importa com cachorro quando se pode comer amoras? :D (espero que seu cachorro nao leia meu blog) :)

glorita: essa foto eu roubei do pai de camilo. nem sei se era pra publicar, mas achei essa mulher taaaao triste que tomei o risco :X

laercio: "fofinho" foi voce usando o diminutivo pra descrever minha banha. eh fofao mermo, lala! mas abafa, nêgo. hohoho e siiiim, cadê esse blog? quero lê-lo agora! escreva, eh uma ordem :X

luci disse...

(aafff... monte de erro. nao reparem)

Wilqui Dias disse...

Luci... lindona peguei uma foto sua..essa que vc ta no meio das flores pra postar no meu blog, posso??? hoje eh dia do blog eh dia dia indicar 5 blogs mas ai eu quero com foto,robei a foto por um post,,,,rss espero que vc nao fique chateada, se ficar me avisa que eu tiro viu?? seu blog eh o que mais me faz ri na vida eu super indirco bjs depois passe la no meu pra vc ver sua carita. rss bjs

Wilqui Dias disse...

eita sintonia..eu to aqui editando..tava esperando sua resposta..neh direito autorais amiga...to lisa num posso pagar nao rsss, agora eu nao sei vai dá tempo pra postar agor agora...vou precisar sair em 30 minutos,comecei estudar noruguês rss feliz demais aliás comeco hoje as 12:15 ja sao 11:34 se nao der tempo posto quando eu voltar as 14:00 mas to correndo viu? vc eh linda aLuci, eu ja leio vc tanto tempo sí sua carinha essa semana,rsss eu indico seu blog com muito orgulho viu?? amo mesmo d everdade verdadeira agora deixa eu correr aqui bjs

Ana Pe disse...

Luci!

Eu adoro muito você, muito o seu blog, muito o que vc escreve!
Gargalhei moooito alto lendo essa postagem!

Que viagem espetacular!!!!

Glória Maria - Fadinha disse...

Oi Luci, conheci seu blog lá com a Wilqui. Adorei como você escreve, muito divertida e linguagem muito agradável. Estarei sempre por aqui para continuar sabendo das suas aventuras. Você deveria fazer um diário bem detalhado e depois publicar um livro, venderia horrores.
Fique bem. Beijocas. Posso te seguir? Adoraria.

Drixz disse...

kkkkkkk Sempre rio horrores com vc, Luci! Ai, ai. Foi a mesma coisa comigo quando fui para Poitiers. Tinha uma praia lá perto e o povo todo excitado para ver... para ver o quê??? O Atrântico!!! Bof! E um frio do cacete e a gente brasileiro sempre com uma vã esperança de que vai dar praia. ha-ha-ha Vem pra cá que eu te mostro a praia. O povo de neoprene para entrar na água e os bombeiros esperando para ver se alguém congela ou não. E eu moro na parte "quente". Eu agora só acredito em praia quande ver uma maria-farinha.

Glória Maria - Fadinha disse...

Olá Luci, vim te desejar um sábado bem azul. Fique bem. Beijinhos

Elaine disse...

Luciana
Como a gente não se conhece e venho acompanhando seu blog há algum tempo, queria pedir seu ok pra colocá-lo entre os links indicados do meu blog (verdadeseinsanidades.wordpress.com) Seria um prazer pra mim e pros meus leitores. Dou muita risada com seu blog.
E não é toda hora que alguém tem coragem de contar as situações bizarras que enfrenta. Fico sentido que não estou só no mundo. Um beijo, Elaine

Talvez

Related Posts with Thumbnails