domingo, 18 de setembro de 2011

A velha Nova


O Groselha News tem feito nas sextas-feiras criticas às matérias bem intencionadas da revista Nova. Uma das ultimas te ensina Como virar uma musa em 50 liçoes.
Para ser amada pelos homens e invejada pelas mulheres, estas armas de alto poder de encantamento são tiro e queda. E não se assuste se estenderem o tapete vermelho por onde você passar.
Eh, eu sei, uma revista com esse nome deveria ter um perfil menos antiquado e publicar matérias que correspondam à realidade da mulher moderna. Seja la o que "mulher moderna" signifique. Mas como essa é uma revista de humor, como vocês irao perceber a seguir, o nome irônico cai como uma luva. Vou sugerir algumas situaçoes alternativas pra enriquecer as dicas.

Encantar para ser um ima de homens

Quando eu ler as dicas da Nova,
magnetizarei também homens
Tropeçar contra o peito de um bonitão e comentar “Nossa, você é tão forte que tive a impressão de bater na parede!”

- Tudo bem, minha avoh também tem labirintite. 

Pedir àquele lindo que está perto da jukebox que ajude você a colocar uma música para tocar.

"Depois de ouvirem a musica na jukebox, procure sua maquina do tempo e volte pros anos 2000, nao esqueça". 

Convocar o fofo da mesa ao lado para fazer um dueto no karaokê com você. Fale que seu feeling diz que ele é carismático.

- Você é carismatico. Vamos cantar?
- Nao.

Comentar a roupa de um cara falando algo do tipo “Um homem precisa ser muito macho para usar rosa — eu adoro”

- E uma mulher precisa ser muito sexista pra achar que rosa é coisa de mulher.

Dizer ao lindo que está sozinho na balada: “Me juraram que nesta festa teria um monte de gatos. Até agora só encontrei um”.

- Eh, deve ser o meu namorado. 

Na academia, puxar papo com o gato da esteira ao lado: “Estou impressionada com a dificuldade do seu treino!”

- E eu com seu peso.

Sair da pista de dança e arrumar o decote. Ui, será que o Ricardo Mansur cover sentado no bar pegou você fazendo isso?

Ui, nao.

Pedir ajuda ao deus da faculdade de administração para calcular o financiamento de seu apê. E emendar com: “Você é a pessoa que mais entende de finanças que conheço”.

Olha. Nao consigo imaginar nada mais sexy do que "gato, você poderia calcular o financiamento do meu apê?" *piscadinha

Deixo os homens ensandecidos 
quando me coloco nessa 
pose tao natural
E por que se tem sempre que se referir ao cara como "lindo", "gato", "bonitao"? A gente tem que levar em consideraçao que a leitora pode estar apaixonada por um homem feio. Ia ser muito mais humano um texto do tipo "convocar o monstrenguinho da mesa ao lado para fazer um dueto com você" ou "pedir àquele esteticamente desarranjado que está perto da jukebox que ajude você". Acho que isso poderia diminuir a pressao social que as pessoas fazem quando você apresenta em casa aquele seu namorado banguelo. Seria bastante positivo. 

Encantar para ter aliados importantes 

(ou de como ser interesseira)

Ao ser apresentada ao novo chefe, experimentar este gesto: usar as duas mãos para cumprimentá-lo. A direita aperta a mão dele e a esquerda cobre a mesma mão pelo lado de fora.

E se você quiser ser promovida instantaneamente, você coloca o pé esquerdo em cima da mao dele e depois o pé direito. Nao tem como errar, vai por mim. 

Tática para ter tratamento diferenciado no consultório disputado da ginecologista? Depois de olhar para as fotos dos filhos dela nos porta-retratos, perguntar como consegue administrar com sucesso uma família linda e uma carreira maravilhosa 

- Ganhando dinheiro em cima das pacientes.

Seu ficante-quase-namorado leva você a um evento na casa dele. No meio da festa, um parente dá um fora daqueles. Aproveite para cruzar o olhar com o da sua nova cunhada e dar uma piscadinha de cumplicidade.

A criatividade do ser que escreveu isso me emociona. Algumas situaçoes sao tao particulares que é mais facil desistir do gato, quer dizer, do monstrinho, do que esperar por uma situaçao imaginada pela revista. Eh tipo "o tataravô do foferrimo ganha na mega sena acumulada no mês de maio, num dia de chuva de um ano bissexto. Você olha nos olhos dele e diz 'poxa, somente um homem sabio pensaria em jogar no 06 - 09 - 27 - 34 - 46 - 55' Você aproveita e da aquela piscadinha de cumplicidade que ele nao captara devido às cataratas".

Agir como a mais tímida das criaturas se o zelador flagrar você com o short do seu pijama de seda na manhã do sábado.

Ah, taih! Agir como uma banana a mais timida das criaturas com certeza vai te ajudar a transformar o zelador em aliado. Daih, ele com sua vassoura e você com seu... pijama de seda... lutarao juntos contra o malvado sindico do prédio.

Mandar uma mensagem para o celular da mae da sua amiga agradecendo o conselho dela.


Quer que a vizinha receba suas correspondências enquanto estiver viajando? Vez ou outra, leve um doce para ela. 

Em outras palavras: quando alguém faz um favor pra você, é de bom tom retribuir a gentileza. Mas como você é um ser desprovido de bom senso, cara leitora, visto que você leva à sério essa matéria, a gente transforma o obvio numa dica. 

Perguntar à estagiária qual é a balada da moda. E lançar: “Uma garota descolada como você sabe de todos os lugares”.

Essa mulher tem 600 anos? QUEM usa "balada" e "descolada" hoje em dia, meu povo?


Encantar para fazer o ficante virar namorado

Para o encantamento: você vai precisar de duas pernas de aranha, duas gotas de suor de sapo, três pentelhos do seu escolhido e um punhado de ovas de esturjao. Jogue tudo no seu caldeirao e coloque duas gotas dessa poçao na virilha antes de encontra-lo. Se isso nao der certo, temos outras dicas igualmente duvidosas: 

Comprar de presente para ele uma cueca de fibras orgânicas. Só porque ele “trabalhou” duro na noite anterior e merece ser recompensado.

Eu teria colocado as aspas em "duro".

Em um jantar com ele, usar a língua para limpar o restinho de chantilly que ficou em seus lábios.

Nao usar essa tatica em casos de remela no olho. 

No cinema, correr os dedos pelo antebraço do seu amor para cima e para baixo, bem levemente.

Olha, se um carinho tao banal como esse surpreender o seu ficante, experimente correr os dedos pela... coxa dele. 

Ao colocar camisinha no dito-cujo, lançar aquela olhadinha safada para seu bonitão.

Ah, o pudor das revistas femininas! Dito-cujo: também conhecido como pênis. À impudência! Repita comigo, mulher: PENES! PE-NES! 

Pedir ao lindo que pegue uma caixa na estante. A justificativa? “Só um cara forte conseguiria erguê-la”.

Essa foi a técnica usada por Simone de Beauvoir pra conquistar Sartre.

Ou vocês acham que o que ele curtia era meu intelecto? Tolinha.

Como quem não quer nada, colocar a mão no bíceps dele, dar uma boa apertada e dizer: “Uau!”

Reze pra que seu namorado nao tenha auto-estima, do contrario, é muito provavel que ele nao se abale por causa de um... "uau". A nao ser que seu pretendente seja esse sujeito:


Torcer por seu quase namorado na partida de futebol com os amigos dele e depois comentar as melhores jogadas do seu craque da bola.

Pode isso, Arnaldo?

Assistir ao gato preparar aquela macarronada. E dizer que ele é mais sexy que o apresentador do programa Chef a Domicílio, do Discovery Home and Health.

- Quem?

Olhar para o rosto dele e comentar que ele é a cara de um homem famoso - e lindo! - com quem ele se pareça ao menos um pouco.

Ma oe!

Aprender com ele técnicas de sinuca que “só um expert pode saber”. Depois, desafiar outros casais a participar de um campeonato com vocês.

- Momô... Convidei a Lu e o Ju pra um programa em grupo. ;)
- Humm... sua danadinha.
- Um campeonato de si-nu-ca :D


Encantar para ser a preferida

Deixar seu primo mais novo ganhar no Guitar Hero e depois pedir a ele algumas dicas.

"Deixar seu primo mais novo ganhar no Guitar Hero" he-he-he Uma pessoa que usa girias dos anos 50 nao deve precisar fazer muito esforço pra perder do priminho no Guitar Hero. 

Quando estiver na loja de artigos de construção, telefonar para o seu pai e pedir conselhos sobre a reforma que quer fazer em casa.

Veja bem, pra isso você precisa fazer uma re-for-ma na sua casa, entende? Tipo assim, uma coisa bem corriqueira. Uma reforma na sua casa. So pra pedir um conselho ao seu pai e se tornar a preferida. Alguém mais acha isso absurdo? Alguém?

Dar às integrantes da sua turma de amigas um apelido que infle o ego delas, como fashionista e rainha das baladas.

Imagino que "rainha das baladas" deve mesmo inflar o ego de qualquer uma.

Ai, mal posso esperar pela proxima ediçao.




sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Jogos mortais

Sinta o perigo

Camilo tem um casal de amigos que parte segunda-feira para fazer uma viagem de bicicleta de seis meses na Asia. Inveja define. Eu tenho deixado de ir às festas e encontros dos amigos de faculdade de Camilo, porque sempre me sinto um peixe fora d'agua: eles estao sempre tratando de assuntos pessoais/internos dos quais eu nao tenho a menor possibilidade de participar. Mas ontem, meus amiguinhos, eu estava com uma particular vontade de beber e, como estou de férias essa semana, fui à festa de despedida que eles deram ontem numa praça aqui de Lyon. 

Bebo ha mais de uma década (sou xovem) e ainda nao aprendi que barriga vazia e alcool nao sao amigos. Ha mais de oito horas sem comer, comecei a noite com uma inocente lata de cerveja, mas quando vi que na praça nao havia banheiro publico, resolvi me poupar das mijadas nas calças calçadas e passei logo pro vinho. O primeiro copo me deixou feliz. O segundo copo me deixou radiante. O terceiro copo me deixou bêbada. 

Algumas praças de Lyon nao tem nada além de terra, o que faz a alegria dos jogadores de pétanque (em português, o feio "petanca"). Esse é um esporte muito popular na França e é ela que leva quase todos os prêmios nos jogos mundiais. Nos campings franceses sempre tem uma quadra (?) de pétanque e três entre três velhinhos franceses a jogam. Mas nao somente os idosos: na praça de ontem, por exemplo, havia pelo menos quatro grupos de jovens jogando pétanque. Eu estava em um deles. 

Pra resumir o funcionamento do jogo: cada jogador tem bolas metalicas que devem ser arremessadas, diante de uma linha demarcada no chao, em uma bolinha de madeira que se encontra disposta no campo. Os pontos sao dados aos jogadores de acordo com a proximidade de suas bolas junto à bolinha. Sei que o jogo pode parecer entediante, mas... ele é. 

Como eu nao tinha muito pra fazer, fui com um copo de vinho numa mao e uma bola na outra jogar uma partida com Camilo e dois amigos. A unica vez que joguei pétanque ja data de dois anos e, como eu queria impressionar, eu me concentrava bastante antes de jogar as bolas. Algumas caiam bem longe da bolinha, mas numa jogada, eu cheguei até mesmo a conseguir afastar da bolinha uma das bolas do adversario. Viva eu! 

Quando comecei a arremessar as bolas a cinco quilômetros da praça, comecei a desconfiar de que eu havia bebido demais. A certeza veio logo em seguida. Peguei uma bola, arremessei e simplesmente... fui junto com ela. Nao sei o que houve, mas quando percebi, la estava eu no ar. Se eu tivesse aberto os braços, eu teria planado pela praça. Comentario de Camilo essa manha: "Luci, tu deve ser a unica pessoa na Terra que teve a façanha de cair num jogo onde a gente joga parado". "Eh como cair jogando xadrez".

Minha gente, é muita humilhaçao. 

Vestimenta altamente recomendavel
para o jogo de pétanque
Pois quem nunca caiu parado que atire a primeira bola de pétanque pra ver. Eh um jogo perigoso! Vocês sabiam que as bolas tem mais de meio quilo? Pois é, pois é, pois é. No que isso influencia minha queda? Nada. Mas imaginem uma pessoa bêbada arremessando bolas de meio quilo. Eh um jogo perigoso! Eu tava com um vestido cinza escuro que a terra branca fez mudar de cor. O sangue escorreu do joelho. Otimo é quando as pessoas perguntam se você esta bem. Claro que é por educaçao e agradeço muito, obrigada, mas a vontade de responder é "fora o mico, o sangue, a dor e o vestido? Tou otima". 

Mesmo depois da palhaçada, quando o alcool acabou, pedi a Camilo pra irmos ao bar da frente. Ele nao quis, mas uma singela ameaça de morte o fez mudar de ideia. Esse é meu jeitinho. A partir daih, eu tenho alguns flashes da noite. Camilo sempre me ajudando a reconstitui-la. Fomos pra um outro bar, um cara ficou dando em cima de Camilo. Eu disse ao cara que eu nao era ciumenta e ele disse que eu deveria ser. Er... Ok. Depois "tu enchesse o saco pra que a gente fosse comer". Coitada de mim, eram duas da manha. 

A volta pra casa foi aquela maravilha. Voltamos de Velov. Mas nao tinha possibilidade de eu cair, minha gente, porque havia duas pistas. As vezes até três, imaginem vocês. Chegamos em casa sao e salvos e, se vocês querem saber, fora o mico, o sangue, a dor e o vestido, eu tou otima.




quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Sobe. Desce.

Minha universidade deveria se chamar Université et Cirque Lumière Lyon 2 onde o palhaço é você, estudante. Minha vida estudantil tem mais reviravolta que... uma vida cheia de reviravolta. Maria do Bairro perde. O professor responsável pelo curso convocou os mentalmente incapazes alunos que ficaram de recuperaçao para apresentar o novo sistema de disciplinas. Tive varias surpresas nessa reuniao:

1. Nao vou precisar fazer a disciplina do coronel Landa. Obrigada a tod@s que enviaram pensamentos positivos, que desejaram a morte do meu professor e também àquel@s que propuseram toda sorte de macumba e tragédia no intuito de me ajudar. Vocês sao demais! E obrigada também à secretária do curso que disse que eu nao tinha outra opçao de disciplina além dessa, me fazendo viver, assim, longos dias de angustia e sofrimento. 

2. A segunda surpresa foi quando o professor pegou minhas notas e disse que eu deveria refazer também a disciplina de inglês. O tempo parou, meu coraçao congelou e um olhar maligno foi lançado à supracitada secretária que me disse, semestre passado, que eu nao precisava fazer a recuperaçao de inglês. Valeu pela informaçao correta. 

3. Entao, fui me inscrever na disciplina de inglês e o responsavel do curso disse que eu perdi a inscriçao, que era tarde para mim porque o curso ja tinha começado. "Agora você deve esperar o final do semestre (janeiro) para fazer uma recuperaçao". Ou seja, nem fiz o curso e ja estou de recuperaçao! :D

Se a preguiça permitir, farei um post informativo sobre a faculdade, porque confiar nessa secretária pode ser um pouco arriscado. Ja em mim... 



domingo, 11 de setembro de 2011

A médica que sabia demais

Das coisas que mais me fazem falta no Brasil estao, além dos meus caros amigos e de um prato de macaxeira, os médicos (mainha, também sinto muito sua falta, mas se a senhora fosse uma macaxeira amiga, seria ainda melhor, beijos). Aqui, na França, os médicos sao "de graça", mas nem por isso eu me sinto motivada a marcar uma consulta, mesmo quando a situaçao se mostra necessaria. 

Precisamos passar pelo médico generalista antes de uma consulta com um especialista, o que é um saco, porque as vezes eu tenho a impressao de estar me consultando com alguém que sabe tudo e... nao sabe nada. Geralmente, você escolhe um médico pra chamar de seu. Eh o medicin traitent. A vantagem de se ter um em particular é que a consulta com ele e com os especialistas se torna totalmente reembolsavel. Mas é tao dificil achar um bom médico! Quando eles nao sao simpaticos, eles sao incompetentes. Incompetentes! 

Semana passada, eu dei um jeito na coluna enquanto empurrava o carrinho de bebê. O negocio foi feio, pensei em me aposentar por invalidez. Parecia que eu tinha uma faca cravada nas costas. Cheguei a passar uma semana assim até que me rendi e marquei uma consulta com a médica que vem me atendendo desde a historia da gripe suina.

O povo francês costuma ser discreto e silêncioso, por isso, os metrôs daqui parecem cemitérios e os consultorios médicos guardam essa caracteristica: a barriga ronca e o barulho ecoa por toooda a sala. Eh constrangedor. Felizmente, minha médica fala alto.pra.caralho e tudo o que se passa no consultorio dela repercute na sala de espera.

- Alors! O que é que lhe traz aqui?
- Aerr... Eh que eu, eu... eu tou com um probleminha de ereçao, doutora, e... 
- PROBLEMA DE EREÇAO?! VOCÊ TEM PROBLEMAS DE EREÇAO, EH ISSO MESMO?!
- Quê?! Er, nao! Tenho uma acne! Uma acne!
- Ah, bom.

Tarde demais. O prédio inteiro ja sabe.

Como eu ja tava la pra tratar da coluna, aproveitei pra falar de umas marcas de acne que eu tenho na regiao da bunda (e depois eu fico me perguntando se exponho demais minha vida no blog). Quando ela examinou minha pele, ela disse alguma coisa que eu nao entendi direito, mas que poderia ser traduzido por "puta que pariu, que porra é essa?!" Olha, quando um médico se espanta com sua doença é porque, ou ele nunca viu aquilo antes, ou seu caso é realmente grave. Ou seja, se preocupe.

- VOCE TEM ESSAS MARCAS HORROROSAS BEM NA BUNDA HA QUANTO TEMPO, MINHA FILHA?
- Sei la, ha uns dez anos, desde a adolescência.
- Isso é um caso de acne. ACNE NA BUNDA!
- Ja entendi, obrigada.

E continua...

- Quer dizer que você tem isso ha poucos meses...
- Mulher surda do cacete, eu ja nao disse que... Desde a adolescência.
- Sei. Entao, eu vou lhe medicar uma soluçao de érythromycine. Nao é?
- Sei la. Eh?
- Eh.

Meda. Pra questao da coluna, ela tocou minhas costas e perguntou "doi?". Respondi que, ao toque, nao, somente quando eu me abaixava (e me levantava, e me virava...). Foi o suficiente pra que ela receitasse uns comprimidos. Mais poderosa do que Jesus Cristo, ela soube através de um unico toque do seu indicador, qual problema eu tinha na coluna. Ela é adivinha? Tem visao raio-x? Nunca saberemos.



domingo, 4 de setembro de 2011

O mal estah de volta

Eu tenho noticias boas e noticias cu pra dar pra vocês. Qual vocês querem primeiro? 

Eu sabia. 

A primeira noticia cu do dia: nao passei em duas disciplinas na faculdade. Isso significa nada de mestrado pra Luci esse ano. Significa tooodo um ano escolar perdido pra mim por causa de duas disciplinas. Me disseram que faculdade nao dava futuro, mas eu nao acreditei. Duas disciplinas. Entao, vou refazer essas duas disciplinas no proximo semestre (que vai de setembro à janeiro). Se eu passar, terei meu diploma e uma entrada direta pro mestrado. Se eu nao passar, suidicio de brasileira frustrada em Lyon serah noticia nos jornais. 

Mas felizmente...

Como quem nao quer nada, mentira, pedi uma bolsa junto à um orgao do governo. Qualquer trocadinho estaria de bom tamanho, mentira. Entao, passei meus dados, revelei o quanto ganhei no ano passado e isso deve ter sensibilizado o pessoal que calcula o valor das bolsas, porque eu acabei sendo agraciada com a bolsa de maior valor. "Nossa, que pessoa pobre. Vou ajuda-la". E pimba. Agora promoverei festas milionarias no meu iate, regadas à alcool e dorgas. Estarao todos convidados. Menos os amigos pobres, beijos.  

Mas infelizmente...

Eu soh teria dois dias livres na semana pra escolha das disciplinas na faculdade (os dias em que os guris estao na creche). "Nao é possivel que as disciplinas nao caiam nesses dois dias". Mas, né, foi possivel. Vivi 24h de afliçao pensando no que eu deveria abandonar: faculdade ou emprego. 

Mas felizmente...

Os pais dos guris sugerem uma mudança no horario de trabalho deles ou no horario da creche. Muito amor.

Mas infelizzZZZZzzz...

"Te vejo em setembro, Luciana"
E essa é a pior noticia do mundo inteiro: vou ter aula com um mesmo CUZUDO do semestre passado. O Maligno que me fez passar pelo pior momento da faculdade. O Cruzeta que quase me fez chorar em sala de aula durante um seminario com perguntas gênero "MAH COMEH QUE VOCÊ NAO SABE DESSO, PELAMOR DE DELS?!" Pensei, "mas Luciana, veja pelo lado bom: nao tem". E eu nao refarei a disciplina por nao ter passado, eu passei! Mas como preciso absolutamente fazer alguma matéria em Geografia, e esta é a unica matéria de Geografia disponivel nesse semestre, eu tenho que refazê-la. Semestre passado, eu estava gargalhando e abrindo garrafas de champagne no meu quarto em comemoraçao ao fato de nao ter que ver mais nunca este homem na minha vida. Deus, você é um sadico


Talvez

Related Posts with Thumbnails