terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Quanto vale teu vale?

Ontem foi um dia, como eu diria?, especial. Tinha tudo para ser um dia feliz ja que, além de ser aniversario de Camilo, eu iria ver amigos que estavam em Lyon. Mas os efeitos da macumba lançada por algum ser das profundezas terrestres ja começaram a se manisfestar logo pela manha: chegando na casa dos guris para trabalhar, Chefia anuncia que os guris pegaram piolho. Repentinamente, minha cabeça começa a coçar. Ele diz que lavou quase todas as roupas dos guris, os lençois das camas, as capas dos sofas e que eu deveria passar ferro em tudo "rapidamente" para garantir que os possiveis piolhos ninjas que possam ter sobrevivido à lavagem na maquina morram. 

Quando abri o quarto onde as roupas estavam estendidas, tive palpitaçoes e uma leve tontura. Minha gente, pela quantidade de roupas, ele deve ter lavado até as cuecas do vizinho. Nao tinha um soh objeto dentro do quarto que nao tivesse uma toalha, uma calça ou um lençol pendurados. Até os bichos de pelucia foram lavados e deveriam ser passados. Passei roupa nessa tarde até o braço perder o movimento, depois continuei a sessao usando o pé direito. E ainda falta.

Nessa ultima semana, ao sair pra bares com alguns amigos, eu, safadamente, tomei uma cerveja. Duas. Eu tomei algumas cervejas. Abri uma exceçao no regime, tudo em nome da sociabilidade. E, por ser aniversario de Camilo, eu iria novamente fazer o sacrificio incomensuravel de beber algumas cervejas junto a ele e aos amiguinhos citados. Mas pelo cansaço, pela preguiça e pelo peso na consciência por estar sabotando meu regime, desmarquei de ultima hora a saida ao bar. Sorry, folks. 

Ma que porra é essa, Deus? Daqui essa porra.
Mas qual é o décimo primeiro mandamento divino? Aquele que estah registrado la no finalzinho da tabuleta de Moisés? Nao fuleiraras com teus amigos. Resultado: fui castigada. Saih do trabalho e fui encontrar Camilo (que estava perto do bar) para voltarmos para casa juntos. Quando passei meu cartao de transporte, e assim que entrei na estaçao, senti algo na minha mochila. "Meu Deus, minha mochila mexeu. Estas viva, mochila?", questionei. Instintivamente, apalpei a mochila e vi que ela estava aberta. Tive palpitaçoes e uma leve tontura. Olha, eu vou largar essa vida de babah e me registrar na associaçao dos super herois anônimos porque, minha gente, eu pressinto o perigo. 

Abre parênteses.

Quando estive no Brasil da ultima vez, deixei meu passaporte em segurança na casa de um amigo. Nao quis levar para casa dos meus pais, pois o caminho entre o ponto de ônibus e a casa deles era (é.) meio tenso. Somente no dia de voltar para França, eu coloquei o passaporte na bolsa e fui para casa dos meus pais pegar minha mala. E o que foi que aconteceu, amiguinhos? Um xovem rapaz passa por mim numa bicicleta tao tranquilo quanto um passarinho que banha suas plumas na fonte da praça. Ele passou em sentido contrario ao meu e nem mesmo me olhou. Foda foi quando o passarinho se transformou em gaviao, fez meia-volta e tentou raptar minha bolsa. Por que ele nao conseguiu? Porque eu sou cobra criada (ok, parei com a metaforas de merda hihi) e segurei com todas as minhas forças a bolsa que ele tentou puxar. Mas essa é uma outra historia.

Fecha parênteses.

Quando vi que minha bolsa estava aberta, procurei minha carteira e nao encontrei. Olhei em volta, identifiquei o possivel autor do furto e, rapidamente, dei um salto e me pus diante do meliante. Puxei minha espada da bainha, ele fez o mesmo e entao travamos um duelo sangrento. Camilo chorava copiosamente no lenço de seda branco que eu havia ofertado a ele quando do nosso matrimônio. Mas no final, o bem triunfou sobre o mal! A proposito, eu sou o bem, caso vocês tenham ficado na duvida. 

Mas ha uma outra versao sobre essa historia. Quando vi que minha bolsa estava aberta, procurei minha carteira e nao encontrei. Olhei em volta, identifiquei o possivel autor do furto e... E pensei "legal, nao tenho tempo de verificar se a carteira pode estar escondida entre os outros objetos da bolsa, mas também nao posso deixar passar a oportunidade de abordar aquele homem que tem a maior cara de quem ta com minha carteira". Era um cara que parecia vir da Europa do leste. Beijos pro meu preconceito, porque quando abordei o cara, ele tinha minha carteira e a devolveu sem dizer nada. Eu agradeci e disse que "isso era importante pra mim". Happy End. Ou nao.

Este blog acaba de ganhar uma nova tag: vive la souffrancePorque continua.

Chegando em casa, Camilo abre uma garrafa de champanhe, gentil presente dos pais dos guris. Soh que minha criança aniversariante, ao tentar ver a resistência da taça, "eu sempre faço isso...", quebrou o copo e cortou um dedo. Achei que seria mais seguro para todos nohs se aquele dia acabasse logo, entao, fui dormir. 

Como presente, comprei para Camilo ingressos para uma apresentaçao do Cirque du Soleil. Na verdade, o presente foi para mim, porque, posso ser brega?, obrigada, sempre tive esse "sonho" de ver o Cirque du Soleil. Sempre. Sempre que via algum video, eu deixava escorrer uma lagriminha de emoçao. Hihi Entao, pensei, por que comprá-lo, por que não comprá-lo? Comprei-o! Aceite, é de coração, sem o menor interesse... 

Querendo dar outro presente, mas sem ter dinheiro, decidi ofertar algo que eu pudesse fazer de graça. Ui! Resultado: 

Gente, ele nem deu bola pros ingressos, mas adorou o vale. Ofereci dois, na verdade, o outro é um vale massagem, valido para o mesmo periodo. Se algum dia vocês quiserem me oferecer algum desses, eu gostaria de receber o vale dinheiro. 




25 comentários:

Luana disse...

hahahaahahahahahahaha... Depois que passa a gente ate ri, ne?

Eu teria tido um filho colorido pela boca ao perceber que minha carteira havia sumido. Alias, aconteceu algo semelhante comigo ai na Franca - ja te disse que tenho trauma da franca, ne? So tomo no Kooh quando vou prai - eu estava na estacão, muito felizinha, vendo que horas meu trem sairia de Paris para Tours e eis que sinto algo na mala do meu laptop, local onde encontrava-se meu laptop-minhavida, minha carteira, minhas chaves de casa... TUDO! Passou a minha vida na minha frente naquela hora!
Quando olhei que o um dos zíperes estava aberto gelei! Mas felizmente o meliante abriu o zíper errado, aquele que tinha apenas artigos de física.

Eu não sei se tenho neurônios suficientes para abordar um suposto ladrão. Te invejo!

E parabéns pra Camilo.

disse...

Luci, as bruxas estão soltas! A Alê tb quase foi assaltada ontem... Alias, incrivel que o cara tenha te devolvido assim na boa a sua carteira. No Brasil a historia seria ligeiramente diferente.

Posso dizer que AMEI o vale-favorzinho? So' espero que ele não te peça para ir comprar o pão na padoca no fim de semana, quando fizer -11° (espero que ele não leia os comentarios do seu blog, para não dar idéia errada)

Beijos e feliz aniversario atrasado pro Camiloulou!

Eliana disse...

hahaha Vc tinha que estar na "sala da justiça"para monitorar o mundo de lá e dar uma super voadora nestes meliantes bandidos do mal! Cara, tu tem visão de raio-x hahaha Sexto sentido. Identificou o meliante assim, só numa olhadela hahahah e epdir a carteira de volta ainda...o que vc falou? Me devolve a carteira ou eu te encho de porrada agora mesmo? hahaha Minha felicitações a Camilo, que sempre estará protegido ao seu lado! E só de falar em piolho, eu já comecei a me coçar hahahaha Bjs

Maite disse...

Luciiiiii!
Sua ninja! Que bom que conseguiu recuperar sua carteira (alias, eu preferia a versão#1 da história, muito mais convincente).

Cirque du Soleeeeilll! Ieba! Aproveite. Qual vocês vão ver? Fui depois do Natal por aqui ver Corteo. Amei!

Aliás, amei o Lucivale também! Parabéns pela idéia. Os melhores presentes são aqueles que não podemos comprar nas lojas! ;)
Bregaeu?!

Beijos!!!!

Helena disse...

O lenço branco matrimonial do Camilo e o passarinho que banha suas plumas na fonte da praça me mataram! Luci, em todos os teus posts eu digo isso, mas vou dizer de novo: teu texto é incrível (ou teus olhos que veem o mundo assim). Só sei que os teus textos fazem a alegria do meu dia :)

Mas guria, explica essa técnica ninja de atacar esses ladrõeszetos. Acho que tu poderia passar a dar aulas de auto-defesa... de qualquer maneira, te cuida aí! Beso procê e feliz aniversário pro Camilovski

::: Luís Venceslau disse...

Que tipo de mala é esse que pega "as coisas dele", não corre, fica ali e ainda devolve? Pelo jeito eles esqueceram como se faz.. Mas mudando totalmente de assunto, nada a ver com o post, não sei se tu viu isso, queria saber oq q tu acha ;)

http://acidezfeminina.com.br/videos/o-que-eu-penso-sobre-feminismo/

Débs disse...

MENINA , morri mdr. Sempre dou risada aqui

Sou au pair falida, aniver do bophe está chegando acho que vou fazer a tradução pro francês do vale e hop la . :D boa dica. hahahaa.. Voce escreve super bem. Beijo

Luciana Nepomuceno disse...

se eu não tivesse ficado com soluços de tanto rir poderia escrever alguma coisa com nexo...putz, ri demais: não fuleirarás com os amigos.

caso me esquecam disse...

luana: "filho colorido" foi otimo, nunca tinha ouvido falar!

dé: sabia que eu pensei a MESMA coisa? "ai, tomara que ele nao me peça pra fazer nada que envolva frio". e espero tambem que ele nao leia os comentarios deixados, porque eu tou dando ma ideia!

eliana: nao falei nada, eu olhei pra cara dele com uma cara tao feia que eu tou surpresa dele nao ter me dado todas as outras carteiras roubadas. (meeeentiiiirra). nada disso. na verdade, eu aaacho que o cara sabia que era melhor evitar um escandalo da minha parte. mais vale uma carteira voando que uma noite de graça na delegacia com risco de deportacao.

maite: menina, se eu perdesse meu titre de sejour! sei nao, viu. que dor de cabeça do caralho seria… :/

helena: que lecau! adoro quando as pessoas falam de qual parte do texto elas gostaram hihihihihi ai, e eh taaaao legal comentarios assim vindos de tu! brigada, fico toda envaidecida :D

luluis: ainda bem que os ladroes daqui sao cagoes, neh heuheuehuehe mas sobre o video… ô, ele quase estragou minha noite. :P

olha, tentei, mas soh consegui ver os 4 primeiros minutos do video, desculpa. vou dizer o que eu achei: pra começar, a menina eh insuportavel. tenta ser engraçada e inteligente e soh consegue parecer uma topeira. e é a tipica pessoa que refletiu sobre um assunto cinco segundos a mais que a massa e dai teve a brilhante ideia de divulgar as suas conclusoes. why god, why? no video eu soh vi cagada e clichê.

"ui, as mulheres nao sao obrigadas a se alistar". nossa, que malas, hein! parece entao que nossa vontade de se alistar é grande como a vontade dos pais de terem licença-paternidade. porque do mesmo jeito que eu nao vejo nenhuma feminista lutando pela obrigaçao do alistamento, nao vejo nenhum homem fazendo campanha pra ter o mesmo tempo de licença pra cuidar do pimpolho (e nao tou dizendo que ambos os exemplos nao existam).

"ah, seria ate bom pra mulher essa licença porque dai o cara AJUDARIA ela nos afazeres domesticos". claro, cara-palida, porque dai a gente conclui que voce pensa que os afazeres domesticos sao de responsabilidade da mulher e que cabe ou nao ao homem "ajudar" (viu como se pode ser machista achando que se eh feminista?).

"ai, o feminismo mudou, porque as mulheres agora querem ser maiores que os homens, querem se vingar". olha, se elas querem ser maiores do que os homens, isso ja nao eh feminismo, é femismo. depois, se dona fulana quer se vingar do namorado, se acha que todo homem eh igual bla bla bla ou sei la o que, isso tem mais a ver com a personalidade da criatura vingativa do que com o movimento feminista. feminista tem de todo tipo.

ai, eh muita idiotice! (cabei vendo 30seg a mais e me arrependi). a jenia diz que, como homens e mulheres sao diferentes, entao nao tem porque se ter direitos iguais". errr… ok. entendi, eh tipo: as mulheres gostam de olhar vitrines. os homens gostam de ver futebol. e isso acontece porque a mulheres nasceram predispostas a gostar de vitrines. isso nao tem absolutamente nada a ver com uma questao cultural. nao. inclusive, os homens sempre trabalharam fora, enquanto as mulheres ficavam em casa cuidando dela, porque… bem, porque, os homens nasceram que esse gene da liderança e da independencia. eh isso. entao, nada de direitos iguais! mulheres tem pipiu, homens tem pinto. e as coisas estao tao bem assim, nao eh mesmo?

essa feministas que se soh querem ferrar com os homens! malditas!

debs: uepa! se eu fosse voce, pra ele eu faria uma "vale massagem completa". vai fuuuundo! :D

xarah: liiiiindaaaaa :****

Rosa Lopes disse...

Eu estou besta!!
Bons anos pro Camilo, mas essa da carteira é fenômeno.
Ok, Luci é muito criativa, parabéns, mas a sua coragem ... não tenho palavras!!

Camila disse...

Meniiiiiiina, sofri contigo lendo cada parágrafo...
E aproveite muito o Cirque - chorei de emoção quando fui pela primeira vez. Aquilo é beleza pura, de encher os olhos, os ouvidos e o coração.

corujinha disse...

O vale foi genial!!! Adorei!

Rita disse...

Luci, quer ser minha guarda-costas?

Rita disse...

Camilo, parabéns!!!!!!!!!!!!!!!!! (Te dou de presente muitos pontos de exclamação).

bj,
rita

Mariana disse...

E eu fui pra Lyon hoje e nada de LUci!!! em compensação neve... tinha bastante!!!

Nem a pau juvenal que eu dou um desses vales pro Glauber!! Digamos que ele é meio... sacana com favorzinhos! hehhe

bjus!

Sarah! disse...

hahahaha ri demais!

"não fuleirarás com teus amigos", anotado e será seguido..

:D

Aline Mariane disse...

ok, eu perdôo. Vi sua mensagem quando estava caminhando de Perrache até a cour Gambetta (sem me perder!). Não estava nevando ainda. Dei meia volta e chamei o tio do Loic pra ir comer pizza.
Adorei o vale favorzinho, vou usar para a Saint Valentin! =D
Bjss!

Luana disse...

menina, pelo menos ladrão ai devolve. aqui eles devolviam eh uma peixerada no bucho :)

eu lendo isso dos piolhos, lembrei que uma amiga au pair chegou em casa, a menina com piolho e a mãe tava tentando mata-lo SUFOCADOS com papel toalha.

::: Luís Venceslau disse...

Assim q vi o vídeo lembrei de vc, era mais uma provocação, não queria estragar sua noite =/

Eu não tive uma visão tão aprofundada, mas achei q ela falou umas barbaridades aí. Tipo dizer q o feminismo não faz sentido hj. Como não? Ela diz isso pq vive num ambiente mais ou menos civilizado, mas na prática, "no Brasil real", o desrespeito e a sujeição existem e não é pouco. Concordo q há interesses diferentes, necessidades diferentes, um jeito diferente de olhar pras coisas, vingança por parte de umas pessoas, mas há tb um grau de exigência excessivo e por vezes agressivo (em todas as áreas) em cima das mulheres (vindo delas próprias, inclusive) q é uma coisa o feminismo veio pra quebrar. Enfim, não ache q eu apoio essa menina. Quem eu realmente dou crédito passa longe de ter essa postura q ela tem :)

Glória Maria Vieira disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK


Uma Paris inteira de criatividade pra você, Chefia.
Eu também ficaria vidrada nos vales. A propósito, se alguém quiser colaborar com o meu aniver. que tá chegando, fique "avon". Vale money é sempre bem-vindo, como todo vale que tenha valor, porque sem futuro já basta EU.
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

SAUDADE E PARABÉNS PRO CAMILÃO!:D

Palavras Vagabundas disse...

Ando meio fora da blogosfera... mas te ler me deixa feliz!
O vale é ótimo e a história do batedor de carteira é a sua cara, por que só você vai atrás do ladrão e pede a carteira de volta!
bjs
Jussara

Fatima Valeria disse...

Um dia isso tudo isso vai virar livro uma peça de teatro e vai ser um sarro, amei os valezinhos, vou copiar rsrsrsr
Abraços

Mari Biddle disse...

O que mais poderia dar errado, Luci?

Gente, passei 3 meses no BR e, faço sempre, pedi meu cunhado judoca para guardar passaportes e meu cartão de residente. Não me imagino perdendo minha carteira, ou sendo roubada. Já ataquei ladrão de celular com o tamanco, mesmo sabendo que a gente não pode nunca, nunquinha, revidar numa situações dessas. Aff, preciso de vc como minha segurança (2).

bjs

Mayra Medeiros disse...

Estava com tanta saudade dos teus posts Luci, que mesmo com o filho da puta do Fábio não atendendo meus telefonemas pra saber cadê tu? Eu amo demais você, sua escrita e aquele barbudo fuleira. Um cheiro!

Anônimo disse...

http://www.msn.com/ - [url=http://www.msn.com/]msn[/url] msn
msn

Talvez

Related Posts with Thumbnails