terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Quanto vale teu vale?

Ontem foi um dia, como eu diria?, especial. Tinha tudo para ser um dia feliz ja que, além de ser aniversario de Camilo, eu iria ver amigos que estavam em Lyon. Mas os efeitos da macumba lançada por algum ser das profundezas terrestres ja começaram a se manisfestar logo pela manha: chegando na casa dos guris para trabalhar, Chefia anuncia que os guris pegaram piolho. Repentinamente, minha cabeça começa a coçar. Ele diz que lavou quase todas as roupas dos guris, os lençois das camas, as capas dos sofas e que eu deveria passar ferro em tudo "rapidamente" para garantir que os possiveis piolhos ninjas que possam ter sobrevivido à lavagem na maquina morram. 

Quando abri o quarto onde as roupas estavam estendidas, tive palpitaçoes e uma leve tontura. Minha gente, pela quantidade de roupas, ele deve ter lavado até as cuecas do vizinho. Nao tinha um soh objeto dentro do quarto que nao tivesse uma toalha, uma calça ou um lençol pendurados. Até os bichos de pelucia foram lavados e deveriam ser passados. Passei roupa nessa tarde até o braço perder o movimento, depois continuei a sessao usando o pé direito. E ainda falta.

Nessa ultima semana, ao sair pra bares com alguns amigos, eu, safadamente, tomei uma cerveja. Duas. Eu tomei algumas cervejas. Abri uma exceçao no regime, tudo em nome da sociabilidade. E, por ser aniversario de Camilo, eu iria novamente fazer o sacrificio incomensuravel de beber algumas cervejas junto a ele e aos amiguinhos citados. Mas pelo cansaço, pela preguiça e pelo peso na consciência por estar sabotando meu regime, desmarquei de ultima hora a saida ao bar. Sorry, folks. 

Ma que porra é essa, Deus? Daqui essa porra.
Mas qual é o décimo primeiro mandamento divino? Aquele que estah registrado la no finalzinho da tabuleta de Moisés? Nao fuleiraras com teus amigos. Resultado: fui castigada. Saih do trabalho e fui encontrar Camilo (que estava perto do bar) para voltarmos para casa juntos. Quando passei meu cartao de transporte, e assim que entrei na estaçao, senti algo na minha mochila. "Meu Deus, minha mochila mexeu. Estas viva, mochila?", questionei. Instintivamente, apalpei a mochila e vi que ela estava aberta. Tive palpitaçoes e uma leve tontura. Olha, eu vou largar essa vida de babah e me registrar na associaçao dos super herois anônimos porque, minha gente, eu pressinto o perigo. 

Abre parênteses.

Quando estive no Brasil da ultima vez, deixei meu passaporte em segurança na casa de um amigo. Nao quis levar para casa dos meus pais, pois o caminho entre o ponto de ônibus e a casa deles era (é.) meio tenso. Somente no dia de voltar para França, eu coloquei o passaporte na bolsa e fui para casa dos meus pais pegar minha mala. E o que foi que aconteceu, amiguinhos? Um xovem rapaz passa por mim numa bicicleta tao tranquilo quanto um passarinho que banha suas plumas na fonte da praça. Ele passou em sentido contrario ao meu e nem mesmo me olhou. Foda foi quando o passarinho se transformou em gaviao, fez meia-volta e tentou raptar minha bolsa. Por que ele nao conseguiu? Porque eu sou cobra criada (ok, parei com a metaforas de merda hihi) e segurei com todas as minhas forças a bolsa que ele tentou puxar. Mas essa é uma outra historia.

Fecha parênteses.

Quando vi que minha bolsa estava aberta, procurei minha carteira e nao encontrei. Olhei em volta, identifiquei o possivel autor do furto e, rapidamente, dei um salto e me pus diante do meliante. Puxei minha espada da bainha, ele fez o mesmo e entao travamos um duelo sangrento. Camilo chorava copiosamente no lenço de seda branco que eu havia ofertado a ele quando do nosso matrimônio. Mas no final, o bem triunfou sobre o mal! A proposito, eu sou o bem, caso vocês tenham ficado na duvida. 

Mas ha uma outra versao sobre essa historia. Quando vi que minha bolsa estava aberta, procurei minha carteira e nao encontrei. Olhei em volta, identifiquei o possivel autor do furto e... E pensei "legal, nao tenho tempo de verificar se a carteira pode estar escondida entre os outros objetos da bolsa, mas também nao posso deixar passar a oportunidade de abordar aquele homem que tem a maior cara de quem ta com minha carteira". Era um cara que parecia vir da Europa do leste. Beijos pro meu preconceito, porque quando abordei o cara, ele tinha minha carteira e a devolveu sem dizer nada. Eu agradeci e disse que "isso era importante pra mim". Happy End. Ou nao.

Este blog acaba de ganhar uma nova tag: vive la souffrancePorque continua.

Chegando em casa, Camilo abre uma garrafa de champanhe, gentil presente dos pais dos guris. Soh que minha criança aniversariante, ao tentar ver a resistência da taça, "eu sempre faço isso...", quebrou o copo e cortou um dedo. Achei que seria mais seguro para todos nohs se aquele dia acabasse logo, entao, fui dormir. 

Como presente, comprei para Camilo ingressos para uma apresentaçao do Cirque du Soleil. Na verdade, o presente foi para mim, porque, posso ser brega?, obrigada, sempre tive esse "sonho" de ver o Cirque du Soleil. Sempre. Sempre que via algum video, eu deixava escorrer uma lagriminha de emoçao. Hihi Entao, pensei, por que comprá-lo, por que não comprá-lo? Comprei-o! Aceite, é de coração, sem o menor interesse... 

Querendo dar outro presente, mas sem ter dinheiro, decidi ofertar algo que eu pudesse fazer de graça. Ui! Resultado: 

Gente, ele nem deu bola pros ingressos, mas adorou o vale. Ofereci dois, na verdade, o outro é um vale massagem, valido para o mesmo periodo. Se algum dia vocês quiserem me oferecer algum desses, eu gostaria de receber o vale dinheiro. 




sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Um post trivial

Semana passada, conclui o estagio intensivo de inglês na faculdade. Se tudo der certo, posso dizer que essa foi minha ultima semana na faculdade como graduanda. O curso, apesar de cansativo, foi interessante. A professora praticamente nao ensinou nada de gramatica, mas nos estimulou bastante para que conversassemos em inglês com os colegas do lado. Claro que ninguém respeitava a regra e todo mundo conversava em francês mesmo. Quando a professora notava, ela reforçava o pedido para que as pessoas falassem em inglês. Toda vez que isso acontecia, tudo o que eu conseguia ouvir ao meu redor, era um dialeto esquisito e incompreensivel: franceses extremamente convencidos de que sabem falar inglês. Eu nao saberia reproduzir a forma deles falarem, mas é mais ou menos assim. Lindo.

O tema do dia era "trivia". Como ninguém sabia do que se tratava, a professora explicou que trivia é uma informaçao... trivial, algo curioso, mas sem importância. "O elefante nao consegue pular", por exemplo. Eu sentei na frente de duas meninas que eram amigas e que falavam pelos cotovelos. Uma delas, além da deficiência no inglês, era, digamos assim, tapada mentalmente lenta. 

- O que é uma trivia?
- Uma informaçao curiosa, mas sem importância.
- ???
- Olha, peguei uns exemplos nesse site e...
- Aaaah, trivia é um site! :D
- Nao. Burra. Trivia é um fato, uma curiosidade insignificante sobre algo ou alguém.
- Ah, entendi! 

Entao, ela se vira pra amiga e diz gritando:

- Tu é uma trivia! Hahahahaha Trivia! Trivia!

Aff.

Quanto mais eu explicava, mais a menina ficava confusa. A amiga dela ja tinha desistido. Buda ja teria dado um tapa. Mas eu sou uma pessoa iluminada, altruista e queria fazer com que ela entendesse o que era uma trivia porque iamos fazer um trabalho juntas porque eu queria que ela voltasse pra casa mais preparada pra continuar o estagio. 

Hora de fazer o trabalho: "pergunte ao seu colega se ele conhece alguma trivia". Ela me perguntou e eu dei o exemplo do elefante. Eu:

- E tu, conhece alguma trivia? 
- Conheço: "as pessoas que bebem café, fumam". 
- Err... eu nao acho que iss... (suspiro). Ah, deixa pra la...
- :D

Como eu sou sortuda, a professora perguntou pra mim um exemplo de trivia. Eu, nervosa, acabei lendo a "trivia" da songa-monga colega e a professora, claro, disse que eu tava errada. Toin! Mas até aih, tudo bem. Tenso mesmo foi quando a gente teve que fazer uma pequena entrevista entre a gente em inglês sobre nossos idolos. Eu, mais uma vez:

- Quem é seu idolo e por que?
- Zhsyeru ggsemgj iss Fulana de Tal badshsa zeahqqb euutt caersshh shtee xaiisetion!
- ...
- ...
- Eh o que, homi?

Aih ela repetiu a frase do mesmo jeito, so que cinco vezes mais alto. No dia seguinte, claro, procurei sentar ao lado de outra pessoa. Encontrei uma argelina bastante simpatica, da minha idade. Na condiçao de estrangeiras, a gente tinha muita coisa em comum e conversamos como se nos conhecessemos ha anos. Quando ela soube que eu era babah, fez um monte de perguntas sobre meu trabalho e perguntou se eu estava interessada em cuidar da filha dela. Como era justamente nos dias em que eu nao trabalho com os guris, disse que, por mim, nao haveria problema. Eu so nao esperava que...

- Tu toma conta de quantas crianças?
- Duas.
- Tu ganha quanto?
- O salario minimo: 7€ por hora.
- Isso da 3,5€ por criança...
- Eh...
- Humm, que legal. Entao, na sexta-feira tudo pode de que horas?

Peraih, oi? Sera que ela ta pensando que eu vou cuidar da filhota dela por três euros e cinquenta centavos por... hora? Nem se eu fosse uma pessoa iluminada e altruista. Mas deixei a conversa seguir para confirmar minha desconfiança sem precisar perguntar diretamente a ela o que ela estava pensando. Mas ela acabou desistindo da ideia quando soube que eu nao poderia cuidar da menina na minha casa. 

Feliz por ter concluido o estagio. 


terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A dangerous chin

Sim, ando sumida (alguém notou? alguém?). Fui acometida por uma doença chamada preguiça de viver e meu caso é grave. Na verdade, essa preguiça estah bem restrita ao mundo virtual. Cansei de ler sempre as mesmas noticias, comentadas sempre da mesma forma, sempre pelas mesmas pessoas. Cansei das fofocas, das indiretas, das reclamaçoes (e esta é uma), das obrigaçoes. Entao, ao invés de passar três horas em frente ao twitter lendo merda, decidi fazer algo mais construtivo, como separar as cuecas de Camilo por cores, por exemplo. Brincadeirinha, eu nao fiz isso. Isso eu fiz com as meias. Beijos.

Tenho tentando ver os filmes que eu criminosamente pirateei na internet comprei honestamente nos sites autorizados. Essa semana vi As vinhas da ira (Grapes of Wrath, 1939). O filme trata da historia de uma familia de camponeses atingida pela Depressao que se vê obrigada a deixar suas terras (qualquer semelhança com a atualidade é mera coincidência). Eh aquele tipo de filme cujo alguns dialogos te fazem refletir sobre a realidade. O filme conta paralelamente a historia de Ma Joad, uma velhinha que é subjugada pelo marido e forçada a fazer sexo com ele o tempo todo. 

 Vocês podem imaginar do que ela esta falando

E como vocês faziam amor, Ma Joad?

Taih, minha gente. Um filme sacaninha pra vocês. Mas nao acreditem em nada do que eu falo, é um conselho.

Outro filme legal que vi essa semana foi A dangerous method (sei la como traduziram em português). Gostei dos dialogos (apesar de eu ter deixado escapar metade deles. Esse povo fala rapido demais, humpf), dos atores, das idéias. O filme tem dois atores que me deixam de cabelo em pé: Vincent Cassel: curto tudo o que esse homem faz. Adoro e o acho o feio mais pegavel de todos os tempos - depois de Benicio del Toro, é claro. E Michael Fassbender que veio ao mundo para nos confundir. 

So fiquei um pouco receosa quando vi a Keira Knightley, porque detesto ela do fundo da minha alma. Ela e aquele beiço que ela insiste em deixar pendurado. Mas nesse filme eu descobri que Keira nao tem um queixo, ela tem uma arma de guerra. Gente, nas primeiras cenas, ela tem uns ataques e dai ela faz umas caretas e você pensa que o queixo dela vai sair da tela e furar seu olho. Fiquei assustada. Ela é a versao feminina do Queixo Rubro. Vejam o filme. 



segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

E teremos todo um 2012 pela frente


Três semanas de férias. Luci é feliz. Mas Luci precisa voltar ao trabalho. 

Primeiro dia de trabalho depois que Luci foi feliz:

1. Guri aponta pra minha barriga: "o que é isso que tu tem ai dentro?!" (com aquela cara de OMG!). "Gordura, guri. Gordura".

2. Crazy Creuza, meu vulcao de cocô, esta com gastroenterite. Tirei cocô do pescoço dela hoje. Juro.

3. Guri no banho pega o pinto e confessa: 

- EU VOU CORTAR MEU ZIZI! HAHAHAHA Quer meu zizi?
- Errr… Nao, guri, obrigada.
- Eu frito ele na panela e tu come.

Sem mais.



sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Receitas de sobremesa Dukan - parte II

Como tenho recebido milhares de emails e cartas de todo o Brasil com perguntas sobre o regime, resolvi escrever esse post para responder algumas delas. Selecionei duas perguntas (na verdade, eu so recebi duas perguntas) de leitoras queridas.

Uma é da leitora Mrs. Lopes que mora em Curitiba (eu acho). Ela pergunta: "Luci, puta que pariu, nao pode comer queijo durante a dieta?" Pelo menos nao aqueles que estamos acostumados a comer (requeijao, mussarela etc). Mas olha soh a quantidade de queijos permitidos:

Todos os queijos à 0%

Exemplos:
Tartare 0% ail et fines herbes
Chavroux 0%
Carré frais 0%
Saint Moret 0%
Camembert 0%
Gruyère light
Faisselle 0%

Na segunda fase: somente 30g de queijo sao tolerados por dia e contendo somente até 6.5% de gordura:

Cancoillotte nature/à l’ail: 4 à 6.5%
Brousse allégée à 4%
Bridelight à 2%
Cœur de Lion pauvre à 2%
Fine bouche ultra léger à 3%
Nature à tartiner allégé (Leader Price) à 6%

Na terceira fase, a de consolidaçao, você poderah consumir 40g por dia - sao os queijos mais ricos em proteina:

Cantal
Cheddar
Comté
Edam
Emmental
Gouda
Gruyère
Mimolette
Morbier
Parmesan
Port salut
Pyrénées
Reblochon
St Nectaire
St Paulin
Tomme de Savoie
Vache qui rit

Em relaçao aos queijos magros à 30%, o consumo poderah subir à 50g; 55g para os queijos à 20%; queijos à 10% podem ser consumidos numa quantidade de até 60g por dia.

(Fonte: queijos na dieta Dukan)

A segunda pergunta vem de uma alcoolatra gaucha que se chama Helena. Helena pergunta: "Luci, minha mae resolveu tentar essa dieta, mas ela é louca por vinho, toma todos os dias (minha mae, sei). Depois que termina a dieta, dá para voltar a tomar, né?"

Durante as duas primeiras fases do regime, o vinho so pode ser usado como ingrediente para cozinhar (3 colheres de sopa). Na terceira fase, o sofredor tera direito a uma refeiçao completa por semana que incluira entrada, sobremesa e uma taça de vinho. Eh a sua chance. Quer dizer, a chance da sua mae.

Tem um site otimo sobre a dieta, mas que estah em francês. Além dos foruns que ajudam a responder às perguntas de quem esta fazendo a dieta, ha uma lista dos alimentos permitidos e proibidos durante o regime.

http://www.dukanaute.com/ 

Para quem estah pensando em começar essa dieta, é o seguinte: tenha em mente que essa dieta nao é como as outras, onde você pode simplesmente abrir uma exceçao comendo essa ou aquela sobremesa malandra na festinha do seu filho. Se a festinha do seu filho ou o batizado da sua sobrinha for daqui a dois meses, recomendo fortemente que você comece a dieta depois dessa data. Porque, camarada, é dificil seguir essa dieta em meio a festas e jantares. E, uma vez que você decidiu fazer a dieta, você tem que segui-la até o fim, porque o objetivo dela nao é somente a perda de peso, o mérito dela estah no fato de manter o peso perdido e, para isso, você tem que seguir todas as etapas do regime. Tenha em mente também que você tera que passar meses sem consumir nada além de carne, ovos e algumas verduras. Serao meses sem alcool, macarrao, chocolate, pizza, feijao, sorvete, biscoito, pao, frutas... Ta disposto?

Tenho encontrado pessoas que fizeram a dieta aqui na França (a prima de Camilo que distribuiu as raspadinhas na festa de Natal e seu marido, por exemplo) e o que me dizem é sempre o mesmo: "nao deu certo", "abandonei" ou "engordei os quilos que havia perdido". Claro: a menor colherzinha de açucar em meio a uma dieta de proteina vai acabar com todo o esforço feito até o momento. Por isso, eu ainda nao comemoro os quilos perdidos: ainda tenho muito chao pela frente.

Mas agora, mais receitas de sobremesa da Dieta e um conselho: adaptar ao seu gosto o uso do adoçante. Aqui, eu coloco a referência que o livro me dah, mas as quantidades variam de uma marca de adoçante para outra. Melhor que o cozinheiro meça por si proprio o produto de acordo com seu gosto. 

Muffins


Para seis pessoas - Preparo: 10 min - Cozimento: 30 min
Fase PP - PL

4 ovos
12 col. de sopa de farelo de aveia
4 col. de sopa de queijo fresco com 0% de gordura
1 col. de sopa de adoçante
1/2 pacote de fermento

Adicionar sabor: 
raspas de limao ou
1 col. de café de canela ou
1 col. de sopa de café ou
4 col. de café de cacao sem açucar/gordura ou
arôma de pistache ou
arôma de laranja etc. 

- Aquecer o forno à 180°.
- Separar as claras das gemas dos 4 ovos.
- Bater as claras em neve.
- Misturar os outros ingredientes: as gemas, o farelo de aveia, o queijo fresco, o fermento, o adoçante. Em seguida, juntar a mistura às claras batidas. Adicionar o sabor de sua escolha.
- Colocar a mistura numa forma para muffins e leva-la ao forno de 20 à 30 min. 

(Eu fiz essa receita usando o cacao e deu certo. Gloria à deus).



Fondant de chocolate


Para quatro pessoas - Preparo: 10 min - Cozimento: 6 à 12 min de acordo com o forno
Fase PP - PL

3 ovos
3 col. de sopa de maizena
3 petits-suisses com 0% de gordura
3 col. de café de cacao sem gordura/açucar
1 col. e 1/2 de adoçante liquido
1 col. de café de fermento

- Bater todos os ingredientes e colocar numa forma com tampa que possa ir ao microondas durante 6 min, em potência maxima. Você pode também utilizar o forno comum (usando a forma sem tampa), de 10 à 12 min.
- Uma vez terminado o cozimento, retire o prato do forno e coloque o fondant durante alguns minutos numa folha de papel absorvente.  


Mousse chocolate-menta


Para quatro pessoas - Preparo: 20 min - Refrigeraçao: 2h, no minimo
Fase PP - PL

4 ovos
8 col. de sopa de queijo fresco com 0% de gordura
4 col. de café de cacao sem açucar/gordura
4 col. de sopa de leite desnatado em po
1 col. de arôma de menta
4 col. de café de adoçante
4 folhas de menta

- Separe as claras das gemas.
- Misture as gemas com o queijo fresco, o cacao, o leite, o arôma de menta e o adoçante.
- Bata as claras em neve, adicione uma pitada de sal e misture tudo à massa.
- Coloque a massa em quatro copos e os enfeite com as folhas de menta.
- Leve os copos à geladeira durante 2h antes de servir. 


Mousse Bela-Helena com tofu macio


Para quatro pessoas - Preparo: 15 min - Refrigeraçao: 3h, no minimo
Fase PP - PL

300g de tofu macio
8 carrés frais com 0% de gordura
4 folhas de gelatina
2 col. de café de arôma de pêra
4 col. de café de cacao sem açucar/gordura
500ml de leite desnatado
6 sticks de adoçante com baunilha

- Coloque as folhas de gelatina num recipiente com agua fria.
- No recipiente da batedeira, coloque o tofu, os cubos de carrés frais, o arôma, o cacao e 4/5 do leite. Misture tudo até obter uma massa unica.
- Aqueça o que sobrou do leite numa pequena caçarola com as folhas de gelatina (previamente escorridas). Coloque os leite com a gelatina dentro do recipiente da batedeira junto com o adoçante e bata novamente.
- Coloque a mistura em quatro copinhos e os leve à geladeira durante 3h, no minimo.



segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Espalhando fluidos ou o primeiro post de 2012

Antes de tudo: feliz 2012, leitores queridos do meu coraçao! Queria agradecer todas as mensagens desejentas de amor, paz e saude que vocês deixaram, mas da proxima vez, desejem dinheiro. Obrigada.

Nesse exato momento, Camiloulou e eu estamos em Roma. Resolvemos passar o Reveillon aqui. Ta sendo bem legal, tudo é muito curioso. Assim que chegamos, fomos ao supermercado. Vimos alguns gladiadores fazendo compras, tinha alguns imperadores levando seus cachorros pra passear... Também ja visitamos alguns monumentos importantes, mas ainda falta muito pra ver.

Demos muita sorte e ficaremos alguns dias no apartamento de uma amiga de Camilo. O apartamento, nesse momento, esta vazio, mas na noite em que chegamos (30/dez), uma das colocs da amiga de Camilo estava aqui. O quarto da amiga de Camilo é super legal, mas a porta é meio problematica. Eh uma porta de correr de madeira bem pesada que emperra o tempo todo e faz o maior barulho quando mexemos nela, o que me garantiu um certo problema: como a dieta exige que eu beba, no minimo, 1,5l de agua por dia, vivo visitando o banheiro de madrugada. 

Primeira ida ao banheiro da madrugada: levanto da cama completamente desnorteada, tento abrir a porta do quarto pra sair, mas tudo o que consigo é fazer com que ela ranja violentamente. Com medo de acordar a coloc da amiga de Camilo, resolvi tentar sair pelo pequeno espaço aberto. Fiquei de lado, sequei a barriga, parei de respirar e, enquanto passava, coloquei a lingua pra fora num movimento involuntario e acabei lambendo o vao da porta. Olha, sei nao. O importante é que eu consegui sair do quarto e que agora eu conheço o gosto do imobiliario romano. 

Mijei e voltei pro quarto (na volta, guardei bem a lingua na boca).

Até os 26 anos, eu espero
Segunda ida ao banheiro da madrugada: nao houve, mijei na cama mesmo. "Nao, Luci, você so pode estar brincando. De novo?! Você nao tem vergonha nao?". Vergonha eu tenho, o que eu nao tenho é controle sobre essa bexiga. Ha dois anos, foi na cama do cunhado. Tou começando a achar que minha uretra tem algum problema pessoal contra mim. Uretra, querida, a gente poderia resolver nossas diferenças de outra maneira. O que você acha? Porque é meio deprimente saber que a criança de dois anos e meio que eu cuido mija menos na cama do que eu.

Na verdade, pra minha sorte (ou pra sorte da dona da cama, nao sei), eu consegui levantar antes de despejar o xixi na cama e a grossa calça que eu usava pra dormir absorveu tudo. Daih que foi super legal lavar calça mijada as 5h da manha. Entao, no dia em que eu for dormir na casa de vocês (se é que alguém vai querer, diante do meu historico), podem providenciar lençois e fraldas. Pampers é moh legal. A medida é + 26, se liguem. 

E foi assim, em grande estilo, que me despedi de 2011.
2012: veinimim!


Talvez

Related Posts with Thumbnails