terça-feira, 4 de junho de 2013

Tom sobre tom

Um dia, enquanto eu mostrava aos meus amigos a nova cor da parede da sala da minha casa, pintada por mim mesma, a campanhia tocou. Nos entreolhamos. Estamos esperando alguém? As sobrancelhas saltaram aos pares. Gritei um "vai entrando" curioso e decidido: permitir as pessoas entrar na minha casa me possibilitou conhecê-las melhor. Foi assim com os amigos citados, por exemplo. Com varios passos feitos por duas unicas pernas, vi surgir um figura completamente desconhecida que, sem que eu soubesse, tinha por habito me espionar. Deixar cortinas e portas abertas pros vizinhos pode nao ser sempre uma boa ideia, afinal. Meu "convidado" me cumprimentou de maneira tao rude... que foi como se aquele oi em lingua estranha fosse uma maneira de insultar. E, sem que eu perguntasse, ele disse a que veio: "eu vou parar de espionar você". Nos entreolhamos. Ele esperou uma reaçao. Eu esperei entender. Ele continuou, ainda sem incentivo de minha parte: "do meu quarto, eu vi a parede da sua sala descascando. Eu vi sua tristeza, como você andava perdido. Mas também vi você tentar dar a volta por cima. Foi comprar tintas novas. Foi dificil escolher a textura. O peso das tintas comprometeu a saude da sua coluna. Você foi forte, admito, mas... Que porra de cor é essa?! Que verde é esse? Eu nao gostei desse tom. Olha, você é daltônico e nao vê problema nisso. A partir de hoje, eu nao pretendo mais espionar você". Vimos seus calcanhares se distanciarem. Meus amigos ficaram confusos. Tentei minimizar o ocorrido: "vivo bem com meu daltonismo, a nao ser que eu dirija. E eu nao dirijo nunca". E viram em mim o vermelho que nao vejo neles e sorriram. 

8 comentários:

Rosa de Paiva Lopes disse...

Vida que segue!!

Gustavo_Lyon disse...

Voce se refere a si mesma no masculino? Ou é impressao minha?

Amanda disse...

Tolinha é você, se acha mesmo que ele nunca mais vai te olhar pela janela.

Helena disse...

Amanda tá certa, é a partir de agora que ele vai começar a te espiar mais ainda.

Juliana disse...

adorei!
é ficção, não é?

Eliana disse...

Desculpa ae...mas quem era o daltônico nesta história? O vizinho ou vc? rs

Maite disse...

passei procurando novidades e me dei conta que nem comentei esse, que um post muito do fodao.
:)
maaaaaais, s'il te plait!
beijos e saudades de vc!

Glória Damasceno disse...

ADMIRADOR SECRETO, TAM NAM NAM!!! :o Quem pode, pode. Quem não pode, fica espionado como ele. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Talvez

Related Posts with Thumbnails