segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Rien!

Não sei se ja disse aqui, mas Camilo me inscreveu num curso de francês com duração de um mês. Do 03 ao 28 de agosto. Finalmente! Essa dinâmica diaria de escutar ele falando português, Raphe falando francês, Seb falando inglês e Pierre falando espanhol, não vai me levar muito longe. Afinal, desde que eu cheguei aqui, não tive mais que três aulas seguidas de francês com quem quer que fosse. Não sou, definitivamente, a melhor pessoa pra estudar por conta propria. Joguei a toalha e agora entrei no curso. Doi dizer que ele nos custou 600€, mas eu confio no retorno que isso me dara (espero que haja retorno! espero que haja retorno!). Confio mesmo.

Hoje foi o teste de nivelamento. Por algum motivo eu desconfio que estarei no nivel mais baixo. Tão baixo que é provavel que inventem um nivel soh pra mim.

1. Avançado
2. Intermediario
3. Iniciante
4. Luci

De qualquer forma, cheguei no prédio da prova, sentei la no fundão (pra observar as pessoas) e fiquei esperando. Impressionante o numero de asiaticos! Eram tantos, que havia uma tradutora so pra eles.

Bom, dai entregaram as provas. Eu dei uma olhada rapida em cada questão e ri internamente. "Não sei, não sei. Não sei... Opa, mas essa aqui... também não sei". As primeiras questões tinham uma frase com uma lacuna e cinco opções de resposta. Eu lia a frase, chegava na primeira opção e dizia "é essa!". Mas dizia o mesmo pra todas as outras quatro opções. Algumas so mudavam a ordem de duas palavras. Outra questão era pra transformar certas palavras em pronomes, em adjetivos (e eu também não sabia). Outra questão apontava a foto de um casal num restaurante e dizia você esteve neste restaurante e escutou a conversa deste casal (que bonito). Escreva a um amigo, usando 200 palavras, sobre o que você ouviu. Eu escrevi "querido amigo, não sei sobre o quê o casal conversava porque eles eram franceses". Achei melhor que deixar em branco.

Fiquei feliz ao ver que a prova de uma das meninas foi entregue com uma pagina inteiramente em branco. Viu como eu me preocupo com as pessoas? Bom, pelo menos não foi dificil ler a prova ou entender o que a professora explicou antes do teste ser aplicado.

Quando terminei o teste escrito, me conduziram pra uma sala onde seria aplicado o teste oral. Este é que foi engraçado! A professora sentou, perguntou meu nome. Eu respondi. Depois, perguntou minha nacionalidade. Eu respondi. Depois ela perguntou se eu ja tinha feito alguma aula de francês antes. Eu gaguejei. Eu gaguejei. Eu gaguejei. Mesmo antes de eu decidir responder isso em inglês, ja havia ficado claro que eu nunca havia tido aulas de francês. Então, eu disse, em inglês, que eu nunca tinha tido aulas antes e que

- eu não falo nada em francês.
- Nada?
- Nada.
- Nada?!
- Nada.
- Nadinha?!
- NADA, CACETE!

Eu tava quase dizendo que falava a porra da lingua pra ver se ela parava de perguntar. Que coisa. Então ela continuou a fazer as perguntas em inglês. Queria saber como conheci a Universidade, se era minha primeira vez na França, quantas linguas eu falava, o que eu esperava do curso etc. Em cinco minutos eu estava saindo do prédio ja ciente do nivel em que ia ser colocada, mas rezando pra que não fosse a unica a estar la.

7 comentários:

Drixz disse...

Oi Luci! Quantas aventuras vc tem passado aí na França, hein?! Eu passei por coisas diferentes quando estive aí. No meu caso, como falo francês e necas de inglês não conseguia, por exemplo, explicar pra australiana do albergue como funcionava o esquema da chave do quarto. Era engraçado. A recepcionista me entendia, mas como eu tinha sotaque ela cismava em me responder em espanhol. Até o dia que eu expliquei pra ela que no Brasil falávamos português e que se ela não falava francês só poderia se comunicar comigo na minha língua materna. Finalmente ela me entendeu, então eu fui embora... Mas para te animar, eu sou professora de francês e te digo que com uns dois meses e aula vc já vai ficar bem mais à vontade na França.

Bz!

Amanda disse...

Ah, muitos dos meus melhores momentos na Australia foram no curso de inglês que eu fazia. La tinham muitos asiaticos tbm, arrisco a dizer que bem mais que na França, mas todos eram super legais! A gente se acabava de rir nas aulas!

Agora na França, eu nunca fiz curso de francês, nem sei como aprendi na verdade... Deve ser por isso que faço um monte de erros grosseiros! Vê se se concentra na gramatica! E fale pro Camilo falar francês com vc! Essa é uma regra pra se impor logo no começo, senão fica que nem aqui em casa e quem sai na desvantagem é vc.

Mas pq vc não viu os cursos da mairie (prefeitura)? Eles são baratinhos e de qualidade. Tem o de verão, que ja passou e o semestre normal. Esse ano vou me inscrever, acho que custa 80 euros o semestre. Deve ser a mesma coisa ai em Lyon, não?

Pris Cavalcanti disse...

Poucas pessoas me fazem rir tanto como tu!!! Fiquei me imaginando fazendo essa mesma prova pro meu curso de alemão! Hahaha Graças a Deus que aqui já tem os níveis certos e iniciante é iniciante! Ou pelo menos assim espero eu... agora fiquei com medo! Hahaha!! Beijo Lucii e boa sorte no teu curso!

Ana disse...

huahuahuahua vc é muito boa. Adorei o "nível Luci" e a insistência imbecil da mulher em querer que vc respondesse outra coisa. Dificil lidar com pessoas que nao fazem questão de pensar antes de falar né?
Bom, acho que vc vai pegar rápido pq está morando aí, então, nem encane com o nível que vc estiver.
beijos,

psique disse...

ouxe Luci, vc já fez aula de francês sim, um francês bem nordestino por sinal, lembra não?

"alór", "nê sê prronuncê pá lê ê". ou ainda... "cômã ti tapéle?"

aaahhh... lê frrancê. ahhh... elinôr.

Luci disse...

amanda: eu tentei fazer o curso na prefeitura, mas a professora tinha viajado. e agora o curso tah em recesso, soh volta em setembro. e ainda sao somente 3h de aula por semana! nesse ritmo eu nunca aprenderia nada! mas quando eu terminar esse curso de agora, vou pra prefeitura ;)

Carla Andrade disse...

obrigada por me fazer rir às 8h de domingo, amo seus textos

Talvez

Related Posts with Thumbnails