quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Uma... carreira de deputado falida

(Avisando que, desde que eu comprei esta porra de computador que eu nao tenho paz com as ediçoes do blog. Hora a letra fica grande, hora desaparece, as fotos nao ficam onde devem. Entao, desisto! Apesar da agonia em ver as fontes diferentes de um post pra outro, eu desisto). 

::

Os dois proximos (e ultimos) posts sobre a viagem à Berlim estao prontos, mas antes de posta-los, preciso falar sobre uma coisa mais urgente: a imbecilidade humana. 

A unica maneira que tenho de ter informaçoes sobre o Brasil é através da internet, ja que mal falo com minha familia ou amigos. Dai, quando leio certas noticias em blogs ou Twitter, fico sem saber se é brincadeira das pessoas ou se a coisa é mesmo séria. Por exemplo, Tiririca na politica e seu bordao "pior que tah nao fica": eu devo acreditar nisso? Eh, eu devo.

Eu adoro o espirito brincalhao do povo brasileiro, o dom de amenizar o peso de qualquer tragédia através de piadas criativas. Mas até onde é direito nao levar a sério também a politica? Até onde é engraçado e permitido?

Aih vem o KLBosta se meter a deputado. Suspiro e me pergunto novamente: é sério? Eh, é sério.  Entao, vejo essa entrevista. Na primeira pergunta, o cara diz que a pedofilia merece ser combatida - e eu me pergunto onde ta a novidade. Na segunda pergunta, o cara ja começa a cagada: "familia é pai, mae e criança, como Deus criou". Otimo, traumatizemos nossos filhinhos: se você nao tem pai ou mae, você nao tem familia, viu? (E olha que eu vou me furtar de comentar o "como Deus criou").

Aih vem a parte que eu AMEI: sobre a descriminalizaçao das drogas.

Kiko: Quem fuma maconha é um p. de um burro, que esta queimando o proprio cérebro - nao sei vocês, mas fico feliz de poder sonhar com um candidato que tem essa postura de chamar o usuario de drogas de "um puta de um burro".  Excelente.

Leandro: Sou definitivamente contra. (...) Me diga uma coisa: imagine que as drogas fossem legalizadas. Dai você um dia precisa viajar e vai tomar um aviao e vê que o piloto esta cheirando uma carreirinha de cocaina. Você entraria nesse aviao? Porque é isso que vai acontecer. 

Minha gente, eu ri alto. Ri alto porque, né, até parece que o piloto que é usuario soh nao cheira no trabalho porque a droga nao é legalizada no pais. Meu Deus! Ele nao cheira pelo mesmo motivo pelo qual nao chegamos bêbados no trabalho mesmo com o alcool sendo legalizado. Questao de bom senso. Por essa linha tosca de raciocinio, "nosso" candidato à deputado deve defender que camisinhas nao devem ser distribuidas nas escolas publicas pelo risco de incentivarem adolescentes ao sexo. Acredite, quem nao fuma maconha, nao vai começar a fumar graças a descriminalizaçao. E quem fuma maconha vai sempre fumar maconha, com ou sem incentivo, dentro ou fora da lei. E os jovens vao continuar trepando, com ou sem camisinha. Ignorar isso soh vai tornar mais despendioso a resolucao dos problemas que chegam por tabela. 

E, pra finalizar com chave de ouro: o aborto.

Kiko: Eh logico que é crime. Aborto é homicidio, como nossa musica (ok, ele nao disse isso). A juventude hoje nao esta muito preocupada em ter responsabilidades, so quer curtir. No Carnaval, em vez de incentivo à familia, temos lei de incentivo à putaria - as pessoas nao falam de responsabilidade social, soh ficam distribuindo camisinha e falando de sexo. Nao é assim que funciona.

Eh, a saida é cortar o pinto de todo mundo e acabar com essa, usando o termo utilizado pelo senhor candidato, putaria. Tamo bem servido, viu...

9 comentários:

Rita disse...

Oiê, Luci!

Menina, até comecei a ler a tal entrevista, mas, meu, larguei no meio. Sem palavras quanto ao Tiririca.

Querida, vi que a Lola vai abrir uma 3ª etapa na fase inicial do concurso. Anda, faz o teu!

Beijoca!
Rita

Luciana Nepomuceno disse...

Brilhante post. Enlodoadas mentes que se propõe a fazer política por aqui. E, o pior, é a escória que eles levam junto por causa do montante de votos...

caso.me.esqueçam disse...

rita: senti vontade de escrever antes dela lançar o concurso. conheci muito blog bom atraves dele, entao, achei uma boa ideia participar do concurso, mas nao sei. vou na faculdade agora, se o meu humor estiver lindo quando eu voltar, eu escrevo. nao deve doer nada, neh? sei la...


borboleta: exato, leva junto ao poder um monte de gente e depois o povo que ajudou a votar no tiririca fica reclamando porque, bom, nao vota em gente seria, como pode exigir algo depois?

Bel Boucher disse...

Assim não dá vontade de voltar...

caso.me.esqueçam disse...

bel: nem de votar!

Anônimo disse...

POR ALÁ, POR DEUS, PELOS DEUS DO OLIMPO! E é bem capaz de uma criatura dessas ganhar, viu chefa?! SE FERNANDO COLLOR DE MELO tá em primeiríssimo lugar nas pesquisas feitas no interior, eleger Tiribosta e KLlesmas será fichinha... ¬¬
MInha gente... É REVOLTANTE! Depois abrem a boca pra reclamar: HELLO! VOCÊS QUE ELEGERAM, CAMBOIO DE DE PORRAS! (Tá! Eu fico muito exaltado com essas coisas... )


Sem maiores comentários, Chefa! (...)

caso.me.esqueçam disse...

glorita: exato! eh isso que me dah mais raiva! como eh que esse povo que esta visivelmente brincando com política pode ser levado a serio? nao entendo. depois o povo reclama. deixa estar.

Anônimo disse...

Uepa! Pelos DEUSES! AUSHAUHSUAHSUAHS ÇA PESTE DE TECLADO... ¬¬ /cu, chefa! UAHSUHASUAHSUAHU

Aline Mariane disse...

às vezes eu sou ingênua e acho que ser quadrado é coisa de velho. Aí vejo tipos como esses meninos, que, aiaiai, são referência para muitos adolescentes (!!), e lembro que não. Quadradice acontece em todas as idades.
Por sinal, são todos candidatos por SP (os KLB, Tiririca). Depois os paulistas falam que é o norte-nordeste que não sabe votar. Como disse uma amiga, será que confundem com paredão do BBB?!!
Bjss!

Talvez

Related Posts with Thumbnails