quinta-feira, 7 de março de 2013

Meu filhote de leao, meu raio da manha

Acho que eu passei tanto tempo sem postar, porque nao queria contar tudo o que me aconteceu nesse ultimo ano, relembrar e cutucar a ferida, mas tambem nao queria atropelar o que eu vivi e o que eu morri (e fiz mais isto que aquilo) e continuar a postar aqui como se nada tivesse acontecido. Entao, sem enrolar e puxando o band-aid de uma vez soh pra nao doer muito, eu vos anuncio que Camilo e eu terminamos. E terminamos ha tanto tempo, que ja nem doi dizer isso. Nao disse antes porque doia, porque eu posso brincar com um tumor raro, com o fato de ter um coracao que nao funciona bem, mas finalmente achei uma coisa da qual nao poderia brincar. Acho que nao preciso enfeitar esse post e tornar essas linhas especiais pra mostrar o quanto foi linda essa relacao, nao eh? Porque, se eu precisasse fazer isso, eu diria que, apesar dos motivos que nos levaram a terminar o namoro, eu nao me arrependo. Eu nao me arrependo de nada. Eu diria ainda, que parece que passou uma vida desde que ele me provocou o ultimo sorriso, mas enquanto eu me lembrar do primeiro, eu vou saber que a gente tinha que passar uma parte da nossa vida juntos. Camilo me colocou num pedestal, cuidou de mim, funcionou no modo "injecao de auto-estima de Luci" durante cinco anos. Se esforcou pra me convencer de que eu era linda. Nao me deixou desistir da faculdade. Ele me deu tanto amor que quase me consertou... 

Mas eu nasci quebrada, amor, e cirurgia nenhuma e amor nenhum vai conseguir me consertar. Eu agradeco a devocao, o esforco e o pedestal. Espero que tu saiba que nao foi o excesso disso tudo que me fez ser fraca nesses anos todos. E eu espero que tu nao se arrependa tambem. Tu fez minha vida mudar (muito antes de eu pensar em por os pes na Franca). Tu me ensinou a nao usar saquinho plastico e a nao ter orgulho. Essa eh uma das melhores coisas que ha em mim e foi tu quem me deu, tu me libertasse de uma prisao. Espero que eu tenha te deixado alguma coisa boa, alem das lembrancas. E agora, vou parar por aqui, porque chorei demais pra quem disse que ja nao doia. 

Senhoooor, por que me fizeste de seda? 

Pelo visto, o jeito eh me fumar...

(Senhoras e senhores, eu voltei).   

40 comentários:

Luana disse...

Luci, eu sou uma leitora assídua do seu blog, adoro as coisas que você escreve e me sinto tao apegada a você - olha a louca! - que fiquei muito triste com a ausência dos seus posts e ainda mais agora em saber que você e Camilo não estão mais juntos. Voce nem me conhece, mas eu sigo a sua vida, ou melhor, o que voce compartilha dela aqui.. E dai eh inevitável torcer/chorar/sofrer e rir contigo.
Eu tenho certeza que voce deixou coisas boas nele... E que você fique bem! Nao no sentido genérico e descompromissado da palavra, mas no sentido mais profundo possível. Que voce fique BEM!

Neanderthal disse...

Oi moça.
Que bom que voltou!
Te mandei um email tempos atrás perguntando como estava e se voltaria... Lembra?
É bom ter notícias e saber que apesar dos pesares, vai tudo bem contigo!
Desejo que seu coração sare e você seja capaz de lembrar de tudo o que se passou, do fim sem que isso doa.
Beijo grande!

flavia disse...

volte triunfal, luci!

minha avó, aquela avó, sempre me falou desde pequena: obstáculos são para se transpor.

beijo, luci!
<3

Palavras Vagabundas disse...

Tudo tem hora de começar e hora de acabar, como é um processo a gente chora, se descabela e pensa nas coisas boas.
Um grande e enorme abraço apertado.
bjs
Jussara

Jamile disse...

Sinto muito, seja bem vida de volta. Senti sua falta. bjo

Iara disse...

Luci,

Somos todos quebrados. Você não é mais torta que ninguém e nem é por isso que as relações acabam. Mas você tá certa: vale muito ter vivido. Tirando casos extremos, abusivos, que terminam de forma trágica, nada deixa de valer a pena só porque acaba - até porque sempre acaba, sem que seja quando alguém morre. Nós somos incompletas e os amores são finitos porque a vida é assim.
Um abraço apertado pra você e obrigada por voltar a escrever.

<3

Débs disse...

:(

Eliana disse...

Ahhh Luci, terminaram mesmo?!?! Puxa, achava vcs uma dupla super bem entrosada, um cúmplice do outro...Seja lá o que tenha levado ao término da relação, que vc fique bem e vá trabalhando seus sentimentos. Se vc ainda gosta dele, acho complicado e triste, mas se é assim que tem que ser, que vc fique bem e logo! Bjs

La(ize) disse...

Eu tou feliz porque você voltou. (:

carol disse...

Sempre voltava aqui para ver se tinha post novo, mas fiquei um tempão sem vir. Coincidencia ter vindo exatamente hj. Teus textos me fizeram falta. Não sei o q escrever, além de bem vinda de volta

Inaie disse...

welcome back e que venham novos amores!!!

Isabela Mena disse...

Eu tô cansada demais pra conseguir fazer um comentário à altura do seu post (proporcional à minha alegria pela sua volta - yay!) Mas eu precisava escrever, nem que fosse isso. <3

Juliana disse...

fiquei feliz de te ver de volta.

li seu post assim que foi publicado e não soube que dizer. Voltei agora porque sabia que haveria muitos comentários e assim poderia fazer minhas as palavras fofas e bonitas que as pessoas te disseram.

um beijo bem grande.

Fernanda disse...

Luci, fiquei tão feliz em ver você retornar, e quando li o posto o coração foi ficando miudinho.Torço pra que o seu se regenere com cuidado, no tempo dele, até ficar forte e lindo novamente.
Beijo, ótimo retorno, permaneça conosco.

Anônimo disse...

Minha querida, há quanto tempo sigo a sua luta, sua história, suas vitórias. E que luta! Todos nós precisamos, de certa forma, conquistar o nosso lugar neste mundo, e você certamente fez isso em um grau mais complexo do que muitos outros. Essa é uma das razões de eu te admirar.
A outra é que eu não nasci quebrada, mas fui. Venho também de um lar extremamente desequilibrado, com todas as atrocidades que você pode imaginar. Hoje digo, com toda certeza, que não vivi praticamente metade da minha vida - sobrevivi. Eu liguei o automático e passei pela vida sem vivê-la, porque viver implicava sofrer, e eu já estava cansada de sofrer. Minha querida, sofrer é o que nos torna fortes. A minha postura diante da vida mudou quando procurei uma psicoterapeuta que trabalhou todos os meus traumas, dor e luto. Hoje dedico a continuidade da minha vida ao trabalho que ela realizou.
Lembre-se SEMPRE da seguinte estorinha:
um homem morava em uma casa no litoral. Um dia, viu o seu vizinho batendo com um jornal em diversas mudinhas de árvore, e lhe perguntou por que cargas d'água ele estava fazendo aquilo. O vizinho respondeu "para que elas saibam que estão vivas".
Pois bem, o homem mudou-se para outra cidade e, muitos anos depois, retornou à sua rua. Havia nesse dia, como era bastante comum na região, uma tempestade de vento. Todas as árvores da rua estavam inclinadas, submissas às vontades do vendaval - menos as árvores outrora batidas pelo jornal do vizinho. É o sofrimento que nos torna fortes e independentes. É o sofrimento que nos amadurece.

Um beijo grande,

Nicole.

Wilqui Dias disse...

Bom te ler de novo...
muito por sinal.
Bem vinda, de volta outra vez mais de novo!!!
Um dia passa...
Nao é uma certeza, mas pode ser uma esperança.
bjs Luci.

Mafria Clara disse...

Oi Luci,

Estou feliz porque você voltou! Vc é linda!
Lamento sua separação :(
Que seja menos doído daqui pra frente!

Um beijo,
Maria Clara

PS: Não sei se tu lembra de mim, mas Amance conseguiu uma transferência e vem pro Brasil mês que vem. Yay!!

Glória Maria Vieira disse...

Ainda bem que você está de volta, porque sem você, Luci, vulgo Chefa, as coisas tendem a irem mal... Mas com você, tudo sempre vai ficar bem no final das contas e dos pagamentos.

Não só você, mas Camilo também deve saber o quanto foi bom tê-los. Você, ele. Ele, você. E quem nunca teve nenhum dos dois? Chore, querida, chore e lave o que ainda ficou do que resisti a ir embora.

Obrigada por ter voltado pra minha vida. Sério.

Laís disse...

Bem, como a internet dá falsas impressões pra gente, vou ser o mais sincera possível com você, dado fato de que já li todos seus posts e vc num tem idéia de quem eu sou.

Tava morrendo de saudades suas. Sério mesmo!
Estou inexplicavelmente feliz porque você voltou, mas triste por te ver triste!

Espero que, assim como tudo na vida, passe logo!

Abraços.

Dot the I disse...

"Vai sempre sobrar, faltar alguma coisa, somos imperfeitos e o que falta cega pro que já se tem."

A vida é composta de perdas e adeuses, mais isso que nos traz a experiência, e a vontade de viver mais e nos impulsiona a encontrar novas perdas e novo adeuses.

R.B. disse...

oi Luci, fuichutada por um Camilo, mas creio que não foi seu caso. Descobri seu blog pelo de Lola (escrevalolaescreva) e nem sei por que estou dizendo isso, mas esse nome Camilo não me lembra coisa boa. Mas peguei a historia agora, assim de pára-quédas e nem sei como foi, era sua relação com ele. Provavelmente vc nao quererá matar o seu, mas eu quis matar o que nunca foi meu. Leia "A cartomante" de Machado de Assis. Ou não, é meio macabro. Então vc tá na França? inveja. E nem é boa ou branca, isso não existe. Bye!

Letícia M. disse...

Aiiin... fiquei muito feliz com sua volta! Muito muito mesmo!

Mas é engraçado como a gente se apega a pessoas que não conhece pessoalmente (você) ou quase não conhece nem virtualmente (como o Camilo, que eu só conhecia pelo que você falava) e fica triste quando algo acontece a essas pessoas. Foi realmente um susto quando eu li o começo o post.

Mas assim é a vida... O que nos resta a fazer é seguir em frente! Sempre com a cabeça erguida!

Bem vinda de voooooolta! \o/ Iuhuuuuuuuu!!!!!

Rita disse...

Que bom que decidiu volta a postar aqui. Quer dizer, desde que isso faça você, de alguma maneira, se sentir melhor, mais falante, mais cercada de amigos. Tomara que sim, porque o primeiro pensamento que me vem é: obrigada por voltar pra cá.

saudades
bj
rita

Anônimo disse...

Nossa, nem acredito que você está de volta... e nem sei como posso dizer isso, mas: COMO EU SENTI SUA FALTA (na verdade seus posts ^^). infelizmente foi um post triste (e pode acreditar que não so pra vc), mas assim como depois de uma longa noite o sol nasce, depois de muita dor e chororô seu sorriso vai voltar a aparecer, pode até demorar, mas vai aparecer. Depois da recente experiencia que tive (meus pais depois de 28 anos de casados se separaram), nem sei mais se acredito que os relacionamentos são para sempre... se cuida viu?! e graças a Deus que vc voltou \o/

Carina disse...

Oi Lucy!
Assim como outras pessoas aqui, acompanho seu blog há um tempo, embora vc n faça ideia de quem eu seja. Qd vi q tinha um post novo seu fiquei super feliz de vc estar de volta e fui super animada ler! Mas a medida que lia, fui ficando triste.. O q posso te desejar é que doa cada vez menos. E te digo que não falha - dói cada vez menos. Se cuida!
Um bjo

caso.me.esqueçam disse...

primeiro, fico feliz que voces estejam feliz com meu retorno. tou me forcando a retornar porque eu tenho vontade de escrever, mas nem sempre essa vontade se transforma em post. veremos.

depois, lembro bem que algumas figuras encantadas me mandaram email durante o periodo em que eu passei fora, emails que me fizeram rir e chorar. um ou outro me pareceu fake, mas os assuntos foram dos mais diversos (pedidos de conselho amoroso, conselhos sobre visto na frança, desabafos dos mais variados, pedidos de casamento (não hihihi), suporte psicologico, cobrancas…). fico feliz de ver que meus posts foram parar longe e que tocaram os vossos coracoes. oh.

e, sim, maria clara, lembro de voce(s) tambem! fiquei feliz com a noticia, teu mec pareceu muuuito legal! e com o sotaque que ele tem (alias, com a falta de...), acho que a adaptacao no brasil vai ser easy! vida LONGA e FELIZ pra voces! de fundo do meu fundo, eh o que desejo! :)

depois, não se preocupem. eu não estou triste com a separacao em si porque ja não nos amavamos quando decidimos acabar (e justamente por isso acabamos!). eu tomei a iniciativa e camilo resolveu finalizar a coisa. foi uma decisao dificil, triste, mas bem pensada e levada ate o fim, sem arrependimentos.

no mais, acredito que eu possa ter feito falta a voces, porque, gente, eu blogo, mas tambem tenho meus blogs favoritos, minhas blogueiras favoritas, meus chuchus que, quando somem, me fazem falta. entao, não precisam se explicar muito nas declaracoes de amor, eu entendo que eu seja naturalmente amavel - ouqueeeei, foi soh uma piadinha! wow!

no mais… sem mais.

Anônimo disse...

oi, Voce voltou. Viva. Meio despedaçada, mas viva. Boa de colar e remendar. Oba! O blogue vai bombar!!!
Marina

Rosa de Paiva Lopes disse...

Ai Lu tanto tempo, eu pensei tanto em ti quando foi dia 08 (na verdade eu tenho mais certeza do mês), dulces pascuas!o importante é que já é março, yes!!
Tá tudo bem, não tá?

Rapaz, me lembrei de Creuzinha e Pirrai, mas olha que detalhe! há formas melhores de ganhar o pão c/ camembert...

Querida, descobri as cervejas frutadas e é pra sempre!!
Bj

Flávia disse...

Luci \o/ que bom que vc voltou: gosto por demais do seu jeito de escrever e vc é uma peça importante do meu mundo virtual!
Sou péssima em terminar qualquer coisa: relacionamentos, conversas, telefonemas, trabalhos, até mesmo minha dissertação tem uma conclusão capenga, por isso, me sinto incapacitada a escrever sobre fim de namoros... só sei que são doloridos seja qual for a causa.

Você está no Brasil ou anda pela França? Se estiver em Lyon, tenho uma amiga querida por lá, acho que vc ia gostar mto dela.

bjs

Maria Clara disse...

Vc é mt fofita, Luci! Muito obrigada pela sua atenção qd pedimos ajuda em relação ao visto! Tomara que dê tudo certo com ele por aqui!

E tomara que vc e toda a sua amabilibade bloguística não sumam mais! Viu bem que ninguém te esquece por aqui, sentimos sua falta :)

Silvia disse...

Olá Luci!
Eu gosto muito de ler o que escreve e quantas vezes fez-me sorrir mesmo sem vontade nenhuma. A tempestade sempre passa, pode demorar algum tempo mas vai passar. Eu sei do que falo porque estou debaixo de uma tempestade terrível... mas vai passar, eu sei que vai, beijinhos e muita força.
Gosto muito do que escreve porque me faz sorrir e por vezes dar mesmo gargalhadas e isso Luci, não é para todos. :)

Uma, Nenhuma, Cem Mil disse...

Ela voltou:

yeahhhhhh!

Suzana Elvas disse...

Eu aprendi, burra velha, uma palavra nova: resiliência.

Tenha sempre à mão.

Bjs

Meu Ninho de Mafagafos disse...

Gosto TANTO disso aqui! :*

Anônimo disse...

Que bom te ter de volta!!! mesmo quebrada como diz que é...e talvez justamente por isso, consiga juntar tanto carinho a sua volta!!enfim, nunca comentei por aqui, mas como uma leitora assídua, queria te dizer que você faz a diferença!! porque há muito mais vida em faz pra ter uma história...bem vinda de volta, luci!!! Gabi

Renata Lins disse...

Ai, Lulu, por que é que eu não tinha visto esse post ainda é que não sei. Perdi o aviso?
É tão bom vc poder falar disso e das coisas boas que essa história te trouxe, que tão com você.
Viva.
Força aí, sempre.
E agora que voltou, volta! Beijos!

Suely disse...

Oi Luci, bom te ver aqui de novo, sempre dava uma passadinha pra ver se você escrevia, fiquei feliz de saber notícias suas, pena que o casamento acabou, mas o tempo cura todos os males, não tinha que ser...e o bebê, lindo, menino ou menina? Bjs

Tania Alves disse...

Seja bem vinda! Feliz por saber que esta de volta

Mundo da Lu Roque disse...

\o/ ela voltou, viva!tão tão feliz c/ seu retorno, fazia um tempão que eu não vinha aqui. sinto muito pelo término c/ camilolo, mas bola pra frente, que muitos outros amores lhe tragam momentos especiais, feliz d+ c/ tua volta, cara!

Bárbara disse...

Mesmo dois meses atrasada eu gostaria de te desejar boas-vindas, seus posts fazem falta.

Força e tudo de bom para você daqui em diante!

Talvez

Related Posts with Thumbnails