quinta-feira, 1 de julho de 2010

Paris (lugar de gente tranquila)

Continuando a narração sobre o fim de semana em Paris.

Paris seria Paris sem sua gente louca? Gente, que meda! Na sexta-feira, quando chegamos em Paris, fomos dormir na casa de um amigo, Benzina. Quando entramos no prédio, ele avisou que a fechadura dele (do prédio) estava quebrada e, assim, qualquer pessoa poderia ter acesso aos apartamentos - porque, não sei se vocês sabem, na França não existe essa historinha de porteiro. Então, pra minha felicidade, uma vizinha começa a gritar por socorro as cinco da manhã, acordando todo o prédio. Eu, que sou um poço de controle e tranquilidade, fiquei estatica na cama ouvindo a mulher gritar "vizinhos! vizinhos! tem um doido aqui, socorro!" Benzina tentou nos acalmar dizendo que ela era doida e sempre dava esses barracos. Por coincidência, era uma brasileira. A policia chegou e suspeita-se que o doido do qual ela falava era o namorado dela.

No sabado, vi um cara de muletas caido na calçada apanhando de dois seguranças de um bar. Enquanto ele levava chutes de um lado, a namorada gritava do outro "eu não aguento mais você!" Pelo visto era um perneta brigão. E eu, esse "poço de controle e tranquilidade", comecei a chorar e querer ajudar o cara. Por causa disso, ficou obvio que eu não era dali: à minha volta, as pessoas olhavam a cena com tranquilidade. Que a Virgem me proteja de algum dia olhar uma cena dessas sem revolta. No dia seguinte, como se não bastasse, vimos um cara bater duas vezes no rosto da namorada. "Você bebe demais!", ele dizia. Pedi a Camilo que, quando ele quisesse me dar um toque em relação ao meu consumo de alcool, o fizesse de maneira mais didatica.

O ultimo caso, infinitamente menos grave, aconteceu no show de Caetano. Esperamos um bom tempo pelo começo do show, pegamos um otimo lugar, a cinco metros do cara, mas como eu não conhecia nenhuma musica do ultimo album, na metade do show, fui sentar nessa grama. Então, comecei a discutir com Camilo e outro amigo sobre esse post em que a autora diz que, pra ela, a vida pessoal do artista não influencia no apreço que ela tem pela arte produzida por ele. Eu discordo e, naquele momento, eu disse que, por exemplo, não gostava da pessoa do Caetano e que... Uma mulher me interrompe:

- Você não gosta do Caetano?
- Eu gosto, eu gosto das musicas, mas não gosto dele porque...
- Ah, porque eu gosto.
- Você é brasileira?
- Não. Mas eu gosto do Caetano, então, por favor, fale baixo!

Gente, a mulher mandou eu falar baixo porque... eu não gosto do Caetano, mas ela sim. Que mundo é esse em que a gente não pode expressar pros amigos, num jardim publico, o que a gente pensa? E Camilo ainda disse "mas se tivessem falando mal de Chico Buarque do teu lado?" Brother, nem se tivessem falando mal dos Beatles. Ja pensou? "Não fale mal dos Beatles porque eu gosto deles"? Ridiculo. Bom, mas... O que seria de Paris sem essa gente?

9 comentários:

Mariana disse...

Pois é, até agora eu morava num bairro de baixa concentração de loucos e maluquices. Brigas rarissimas, barracos em geral idem. Mas ja ja vou me mudar para o quartier com a maior concentração de doidos por m2 de Paris: a Bastille. Bem ali no zunzum da galera da nightlife... afff... haja paciência!
Ah e sobre a fã do Caetano, proxima vez tu diz o seguinte: je m'en fous de votre avis madame! Moi, je dis ce que je veux et dégage!!!
IN FA LI VEL!! Em Paris, tem que ser agressivo com os malucos, senão...

Bel Boucher disse...

"Bom, mas... O que seria de Paris sem essa gente?"

Uma cidade muito melhor.


hahaha. foi irresistível.
mas como diz a mãe de um conhecido: "é preciso todo o tipo de gente para se fazer o mundo!"

Glória Maria Vieira disse...

Vou logo adiantando que a charge da postagem é simplesmente a melhor! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Não, chefa, só você, minha amiga!
Do jeito que esse bebum tá, ele não adianta nem os tapinhas de amor da madrugada! AUHSAUHSUAHSUAHSUAHUSH

Agora sério: Poxa! Haja insensibilidade, viu?! Mesmo que a briga não seja comigo, eu me envolvo nem que seja emocionalmente. E, dependendo dos motivos da briga, eu me intrometo. Eu não vou assistir de camarote a um espancamento. Ou eu grito (o que já é normal quando se fala em mim), eu vou parto pro ring com a esperança de acertar todos as porradas que pretendo dar. AUSHUHUAHSUHAUSH Se bem que eu não sou uma pessoa sortuda... tsc tsc.
UASHUAHSUHSUHAUSHUHSUHSUH Estamos juntas nessa chefa, "deixe de calma"! KKKKKK
Sobre a louca da vuvuzela natural: convenhamos que parceiros fazem raiva, viu?! E cada um tem seu modo de mandar pra casa da peste... ASAUSHAUSHUHASUHSHHA
E outra: Se alguém, algum dia, mandar eu me calar, ou coisa do tipo, porque eu vou de encontro ao gosto, opinião dela, aí é que eu falo *dependendo do meu estado emocional do dia*. Se eu estiver com o cão no couro ... ai ai, se não, eu dou uma garapinha! kkkkkkkkkk Sim, e eu riu pra caramba, né?!
AAAAAAAH ... E ANTES de concluir o coments, chefa, tenho que salientar:
Olha só, ganhou um troll e ainda mais dócil!:D -ow UASHAUHSAUHSUH =* /estamosasordens o/

Glória Maria Vieira disse...

ah esqueci de dizer que eu parto pro ring, mas morrendo de medo de levar na orelha!:/ UASHUAHSUAHSUAHUSHAUHSAUSHA E que sou chorona e fico uma pilha de nervos. uu'

/sempre esqueço de comentar alguma coisa. =/ omi!

Drixz disse...

Ils sont fous ces français!

Ana Pe disse...

Tô passada com a grosseria da mulher... e por que vc não deu uma respostada a ela?!

::: Luís Venceslau disse...

Muito foda esses últimos textos, beirou o jornalismo gonzo. E o véio da cachaça pareceu um personagem de Garcia Marquez.. ehhehe

Rita disse...

Chama essa tal aí pra eu falar bem alto que não suporto o Caetano, chama? E que ele também não gosta dela porque Narciso acha feio o que não é espelho.

Beijos,
Rita

Caso me esqueçam disse...

mariana e ana pe: na verdade, a louca falava portugues perfeitamente. nem precisava fazer o esforco de falar em frances. mas eu nao fiquei calada. eu soh olhei pra camilo e falei alto "po, a pessoa nao pode nem mesmo ter sua propria opiniao!" e camilo disse "ela disse isso porque tu tava falando alto". aaaaemmmm... PORRA NENHUMA!

bel: hahahaha sabiiia que alguem ia me vir com gracinha. pensei "o que seria de paris sme gente violenta e doida?" com certeza nao muito pior, mas beleza hehehe e tu acredita que camilo me falou essa frase (soh que em frances) ha uns tres dias? que legal! :) (eu me empolgo com pouca merda, neh? hehehehe)

gloria: viu? tenho tanta sorte que meu feladamae eh docil! eh muito amor nesse mundo! adoro! hihihihihihi ("eu parto pro ring, mas morrendo de medo de levar na orelha!" hehehehe pois eu soh vou pro ring quando nao tem ninguem pra brigar. pense num poço de coragem) hihi

luluis: neh? essa galera que chega nao sei de onde e mostra nao sei o que: GGM! :D

rita: como eu fico revoltada comigo mesma de nao ter mandando ela e essa tolerancia pra bem longe...

drixz: concordo! concordo! e tu vai ver depois como eh verdade!

Talvez

Related Posts with Thumbnails