quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Especial férias (en velo) - parte I

Luci e Camilo viajando. Yupiiii!

Os pais dos guris dos quais sou babah resolveram tirar férias nesse verao, o que significa, automaticamente, férias para Luci. Três longas e lindas semanas de férias. Entao, como ha muito tempo tinhamos vontade de fazer uma viagem de bicicleta, decidimos usar a oportunidade pra colocar o plano em pratica. 

Ha algumas semanas, cinco dos meus colocs e eu fizemos um passeio de bicicleta durante um fim de semana até um famoso lago que fica perto de Lyon, o Lac Aiguebelette. Eu ja tinha ido ao lago ano passado, entao achei a idéia genial. Achei a idéia genial até perceber que 70% do caminho era composto por ladeiras que subiam e ladeiras que sobem nao sao de Deus. 

Na ocasiao, eu estava usando minha bicicleta de princesa da Disney. Eh uma bicicleta de passeio, meio velhinha, de marcha manual e sela de couro. Linda, mas que nao estava correspondendo às minhas necessidades naquele momento (minhas necessidades = chegar com vida ao topo das ladeiras). Na verdade, a unica bicicleta que iria me ajudar a subir aquelas ladeiras seria uma bicicleta voadora, mas até onde sei, nao existe nenhuma no mercado. 

Eu era a pessoa que ficava sempre pra tras. A bicicleta de Camilo é muito boa, parece uma moto comparada à minha e ele tentou varias vezes que trocassemos de bicicleta, mas neguei porque sou uma pessoa orgulhosa. Mas até mesmo as pessoas orgulhosas tem seus limites: troquei de bicicleta com ele e vivi alguns minutos de felicidade, cheguei até mesmo a ultrapassar Camilo em certo ponto, mas descobri que a bicicleta de Camilo é boa, mas nao é magica: voltei a ficar por ultimo. 

Antes de chegar ao nosso destino, sentamos num bar e encontramos, por acaso, a menina que iria nos hospedar. Eu, que estava super entretida com minha cerveja, nao vi, mas Camilo disse que a menina olhou pro meu cabelo molhado e, inocente, perguntou "ah, mas vocês ja foram tomar banho no lago?". Eh, eu sou uma pessoa que transpira. 

E essa historia todinha é so pra dizer que… queriamos fazer uma viagem de bicicleta, nao sabiamos bem como e nem por onde, mas uma coisa era certa: o roteiro teria que ser desprovido de ladeiras. Apos consultar alguns amigos mais experientes, resolvemos ir pro sul, onde aparentemente as estradas eram planas e, bom, sul aqui significa praia e sol.

Como minha bicicleta de camponesa nao parecia ser muito apropriada pra viagem, Camilo pegou a antiga bicicleta dele, trocou uns cabos, colocou uma bagageira, um suporte pra garrafa d'agua, minha cestinha, campainha, ajeitou os freio e os pedais. Ficou otima!


Antes

Depois


Agora eu tenho duas bicicletas e soh uma bunda. Obrigada, amor! Mas Camilo e eu nao tinhamos planejado muita coisa. Por indicaçao de um amigo, escolhemos Avignon como ponto de partida (fomos de trem até la) e depois algumas outras cidades aleatorias que pareciam ser interessantes como destino. Mas nao sabiamos quais estradas tomariamos ou quanto tempo ficariamos nos lugares. E isso, claro, garantiu muitas surpresas. A primeira delas: 


Pegamos uma estradinha cheia de pedrinhas assassinas e logo meu pneu furou. Apesar de Camilo estar em açao na foto, quem trocou o pneu fui eu, pra acabar com essa historia de que mulher nao sabe trocar pneu. Na verdade, Camilo, assim como meu bob pai, nao costuma dar as coisas de mao beijada e tenta sempre me ensinar como elas funcionam. Acho otimo, mas as vezes Camilo exagera. Lembro que quando cheguei em Lyon pela primeira vez, fomos dar um românticuzinho passeio pelas ruas da cidade, quando ele me puxou e falou "vem ver como funciona o sistema de troca de trilhos do tramway". Hum, interessante. Anyway... Pneu trocado, Luci engraxada, partimos.

Depois de pegarmos uma auto-estrada estressante, chegamos à Tarascon. Gente, eu vou dizer uma coisa: a França é véia. A França é véia, entao, quando você ta fazendo turismo, você sai andando e tropeçando nos castelos. Você olha pro lado e "opa! Um castelo medieval", é um barato. 

Um castelo aqui...

Outro acolah... 
Luci, deixe-me ser seu perêncepe


Indo para o camping, encontramos essa praça e uma grande movimentaçao (reparem no homem de azul coçando suas sarnas).


Era um daqueles espetaculos com touros pros machos da cidade se exibirem e mostrarem o quanto sao... bravos e corajosos? Cada vez que algum deles conseguia tocar no touro, eram aplaudidos. Tocar é facil. Queria ver dar beijinho. 


Nosso camping ficava atras dessa belezura




A rua dos apaixonados - com um pequeno erro ortografico

(Fim do primeiro ato).

21 comentários:

Ana disse...

Muito bom. Realmente seus post fazem muita falta, não deixe de escrever!

Ashen Lady disse...

Morro de inveja de quem sabe andar de bicicleta.

Eliana disse...

Ai que delícia, Luci. Bom passeio...eu acho que eu já fui princesa, adoro castelos! hahahahaha Boas férias e cuidado, nas descidas! Pq vc sabe né, q tudo que sobe, tb desce! rs

Helena disse...

Minha ídola! Ainda quero fazer uma viagem de bike, vou te pedir dicas quando esse dia chegar :)

Mariana disse...

toda a minha admiração para as pessoas que viajam de bicicleta! é muita disposição, cruze! tenho uma amiga que foi daqui até o Japão de bicleta (dupla) com o marido e dois amigos. Fica a dica!
bjus!!!

Simone Westerduin disse...

Como faz pra viajar de bike e levar tudo Luci? Olha eu pagando de véia que gosta de levar cacareco, a maquina de feber água, a chapinha de cabelo, as plantas...

Mas olha, as fotos estão lindas e de quebra vai ficar com uns pernões de dar inveja.

Beijao

Luciana Nepomuceno disse...

me diz que vc demora pra escrever um post desses, por favor, me diz...porque se além de hilária e brilhantemente você ainda escrever rapidamente, ai, jisuis!

amei as considerações sobre ladeiras. eu, por exemplo, evito.

Wilqui Dias disse...

afff maria meu pai!!! Ô Muié coragem é sue nome....viajar de bicicleta??...eu na primeira pedalada deixava os bofes na estrada, vida de gordo é assim....se pedala se desfaz dos bofes, como sou apegada a tudo inclusive aos meus bofes ainda nao me arrisquei. rss bjs

Palavras Vagabundas disse...

Achei graça em duas bicicletas e uma bunda. A minha já estaria doendo depois de 30 minutos que saí de casa, rs Adorei as fotos dos castelos a França é véia!
bjs
Jussara

Rosa Lopes disse...

No 1o parágrafo eu abri um sorriso,achei muito massa, quero fazer isso demais, além de me perguntar se suas férias são remuneradas, claro.

Mas no segundo eu morguei, confesso. Me visualizei rolando com mochila e tudo (e alguma filha pendurada) e não foi legal.

Fico com a idéia pra futuras adaptações, até pq só dá pra fazer isso na Europa. Lembro que quando íamos de Houston pra Dallas eram 5h de mato, mato, mato, mato e mato.

Camilo está mais magro.
Bj

Caso me esqueçam disse...

ana: comentarios como o teu me incentivam! obrigada :)

ashen: ah, minha mae conheceu uma tecnica em que você aprende a andar de bicicleta em algumas horas: tira os pedais e fica "patinando" com a bike durante um tempo. quando você pegar o equilibrio, coloca os pedais de volta e… voila!

eliana: somos duas! imagina como eu, sendo historiadora, fico louca quando vejo um castelo? hihihihihi

helena: entao eu vou ter que ganhar mais experiencia pra te dar dicas legais, porque essa viagem nao foi la como (nao) planejamos. :X

mariana: nossa! japao?! ISSO eh ter disposicao! tenho dois amigos que vao passar seis meses viajando pela asia. morri de inveja, é foda. um dia seremos nohs!

simone: hahaha que nada! pra fazer um negocio desses tem que ta disposta a se sujar. eu levei o minimo do minimo do minimo do minimo… e quanto a esses pernoes de dar inveja, tou esperando… :/

xarazuda: pro tempo que voces gastam pra ler o post (30 seg), eu demoro pra escrever! vida ingrata!

wilqui: hahahahaha pois bem, eu nao sou apegada às minhas banhas, mas elas sao extremamente apegadas a mim! fazer o quê!

jussara: ah, que nada, a minha bunda doi muito antes dos 10min hehehehe

rosa: no começo, eu tava meio "meu deus, que ideia foi essa?", mas agora, escrevendo esses posts sobre a viagem, ja tou morrendo de saudade e planejando uma pequena viagem ja pra os proximos fins de semana! e sim, camilo emagreceu, perdeu mais de dez quilos (e esses quilos devem ter vindo parar em mim! oh, céus)

Mariana disse...

Bora então Luci. "um dia" ja esta marcado na agenda. ja estou em treinamento. Vou treinar principalmente a habilidade de rir e pedalar simultaneamente. Fechou!

Drixz disse...

Meu deuso! Que coragem da peste! Eu não topava uma viagem de bike nem que a vaca dançasse can can. Mas tenho que dizer que pelas fotos, parece ter sido algo beem divertido. Boa viagem! ;)

Helena disse...

Bah, eu tenho uma amiga que conhece um cara que tem só uma perna e atravessou a China de bike. Meu ídolo 2 (depois da Luci, claro :P )

Helena disse...

ó o vídeo dele: http://vimeo.com/24835278

Menina no Sotão disse...

Minha bike deve estar se sentindo abandonada. Ela está lá na sala, parada, enferrujando e eu aqui, diante da tela, lendo e escrevendo. Deveria me movimentar por aí. Vendo essas imagens e lendo-te me deu vontade de descobrir caminhos sobre duas rodas, mas... Vai ter que esperar mais uns dias.

bacio

Rita disse...

Pois então temos Luci e Amanda andando pela França e escrevendo posts... eba!

:-)

Diz mais!

Bj
Rita

Glória Maria Vieira disse...

Eiiiiiiiita que "madeira", Chefa!
A evolução do toque Camilo de ser ficou bárbara, viu!? Coisa de outro mundo...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

/você é dessas e eu amo.

Glória Maria Vieira disse...

* evolução do jeito/toque Camilo de ser na bicicleta.

Quando a pessoa é trabalhada, é outra coisa, né?! AUHSAUHSUAHSUHAU

Ana Pe disse...

Lindas as fotos!
Tô orgulhosa de vc, hein?! Toda serelepe conseguindo se equilibrar numa bike. Ainda bem que os dias de tombo ficaram lááááááá no passado!

caso.me.esqueçam disse...

minha gente, nao se impressionem: se fosse dificil fazer essa viagem, eu nao teria feito! ;)

Talvez

Related Posts with Thumbnails