quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Casal Midas da destruiçao

Pro Priberam, "desastrado" significa "desajeitado, desgracioso, funesto, infeliz". Pra mim, significa tao somente "Camilo". Nem o Katrina causou tanta destruiçao por onde passou. 

(Nesse momento, ele deve estar lendo e pensando: "o que foi que eu fiz pra merecer esse post, meu deus?"). Calma, meu bem, vai doer pouco.

Ha alguns meses, Audrey chegou toda contente em casa com um litro de um oleo fino que havia sido produzido na casa dos seus pais. Proibiu terminantemente de que utilizassem o oleo pra cozinhar. O oleo deveria ser usado somente nas saladas, pois era especial demais pra que fosse desperdiçado em frituras. Dois dias depois, Camilo explodiu a garrafa de oleo no chao da cozinha, sem querer. 

Cecilia, desde o começo do verao, começou a se ocupar da plantacao de flores. Quando viajava, pedia pra que alguém da casa nao esquecesse de regar suas pequenas maravilhas. A sua preferida era um girassol, que ainda nao havia florescido. Com frequencia, ela dava o relatorio do crescimento ao pessoal da casa, orgulhosa da plantinha. Um belo dia, arrancando as ervas daninhas, Camilo matou o girassol sem saber do que se tratava. Cecilia chorou e passou um dia sem falar com ele. 

Quando cheguei na França, ganhei um dos presentes mais legais que poderia ganhar: uma bicicleta. Com ela, eu ia pra todo lugar: pro centro, pro trabalho, pras aulas, eu caia, enfim, eu era feliz. Foi um ano e meio de puro amor pela minha bicicletinha. Até que um dia... apareceu o monstro das maos tortas, pediu minha bicicleta emprestada e... vocês ja sabem. Destruiu, sei la como, o sistema de marchas. Conserto: 100€. Nova: 150€. Agora me perguntem se eu tenho dinheiro. 

Eu nao posso criticar muito. Apesar de eu nao me considerar desastrada, tenho algo que eu poderia chamar de "nervosismo demolidor". Eh que quando eu fico nervosa, as coisas ao meu redor se quebram, explodem, racham, caem, morrem etc. Tou cortando batata, chega alguém que me deixa envergonhada: corto um dedo. Tou andando na calçada, a vizinha pergunta algo que eu nao entendo: eu tropeço. E assim vai. Eh por isso que eu sou um perigo na bicicleta, minha gente, porque eu estou sempre nervosa. O meu historico de quedas nao me deixara nunca repousar na tranquilidade de um passeio. 

Ontem, voltando feliz de uma pizzaria de bicicleta, perguntei a Camilo se nao poderiamos voltar pra casa por outro caminho que nao aquele da pista de tramway que sempre pegamos. Minha gente, é tenso passar por essa pista. Além de eu ter que ficar ligada no tramway que vem de frente, tenho que ficar ligada naquele que vem de tras. Mas meu olho de tras é cego. Fora isso, tem os carros que podem dobrar a qualquer momento na sua frente. Mas Camilo insistiu e eu fui. 

La pela metade do caminho, vejo que um tramway vem atras e, na minha frente, um pedestre e um ciclista. Pronto, foi demais pra mim. Fiquei louca, tentei passar pra pista do lado, prendi o pneu da bicicleta na linha do tramway QUE ESTAVA VINDO. Ai meu deus, ai meu deus, a bicicleta ficou desgovernada! Ai meu deus, o tramway! Eu vou morrer, eu vou morrer, socorro e... Potof. A bicicleta caiu. Mas como eu tenho PhD em queda de bicicleta*, dessa vez, consegui pular e cair em pé. Da proxima vez, vou apromirar o show e tentar dar uma pirueta no ar antes de tocar o solo. Apesar de nao ter quebrado a cabeça, torei a minha sandalia preferida. Aquela que eu usava pouco como forma de prolongar sua vida. C'est fini: torou em duas partes. 

Agora, vou ser malvada com aqueles que me amam e que achavam que tinham motivo pra se preocupar comigo: ha duas semanas recebi minha carteira de motorista francesa. Sim, estou apta a conduzir veiculos pelas ruas lionesas! Mas eu tenho um otimo historico no volante: soh fiz uma baliza certa (no dia do teste) e estava ha 16 meses sem dirigir (onde a ultima vez... foi no teste). Alguém mais ta tenso?

*Duas das quatro quedas: post 1, post 2, post 3 e post 4 (fotos) - nao abrir o ultimo link caso esteja fazendo uma refeiçao.

11 comentários:

asnalfa disse...

Faça seguro. Imagina vc bater no carro zero km dos outros!! E se for Ferrari?
E tb procure uma bezendeira. Talvez vc esteja sendo perseguida por um fenomeno Poltergeist.

Borboletas nos Olhos disse...

Queridíssima, é tão alentador saber que não sou única. Na verdade, não sou tão desastrada quanto desengonçada, isso faz com que eu tenha o histórico de apenas um copo quebrado por mês (geralmente a taça de cristal preferida de alguém) mas seja campeã de esbarrar em pessoas na rua, fazer o pincel voar direto na cabeça de algum aluno...

Rita disse...

Eu ensino todos os dias pros meus filhos que é muito feio rir de alguém que cai.

...

Hahahahahahahahha!! Desculpa, não consegui, juro. :-D

Brincadeirinha, linda. Ri, sim, muito, mas foi do "torou" que eu não ouvia há uns 78 anos!! HAHAHAHAHA! MUITO BOM! Vou voltar a usar, né, claro!

beijos!
Rita

Drixz disse...

Nooossa! Eu vi minha infância de quedas passar na minha frente agora. Não sou mais estabanada, mas os aparelhos eletrônicos tem medo de mim. Ou eu tenho um campo eletromagnético que os afeta. Tudo que eu chego perto ou para de funcionar ou funciona diferente.

Glória Maria Vieira disse...

Eu não vou nem comentar muito sobre mim, Chefa. Jogo no mesmo time que você MESMO.
Uma semana dessas, eu fiquei nervosa por conta do meu paquera do busão, quando penso que não, ia levando uma queda daquelas bem constrangedoras... Só não caí, porque alguém pisou na minha rasteira e quebrou!:D Logo na minha única e preferida rasteira! ¬¬ AUSHAUHSUAHSUAHUSHAUHSUAHSUHAUHS /podreparasempre. u.u
E os motoristas que apertem os cintos, minha chefa tá à caminho. IRRA! AUHSUAHSUAHSUHAUSHAUHSUAHUSH
Da última vez que pedi a alguém pra me ensinar a dirigir, mandaram eu procurar o que fazer!=\ UAHSUASHAUHSUAHH A pessoa "doce" é meu tio, chefa. Coisinha meiga de Genésio. ¬¬ Or!

Aline Mariane disse...

nossa, sua carteira só chegou agora?! Otimo, quer dizer que a minha vai demorar também e espero que eu tenha tempo de me aperfeiçoar antes de pegar a estrada - essa é a minha desculpa para dormir enquanto o Loic dirige sozinho nas 8h que separam Angers de Lyon. Por sinal, vamos outra vez no início de outubro (sim, agora tenho uma agenda de idas à Lyon... heheh).
Poutz, fiquei pensando no girassol, eu também iria chorar!!
Bjss!

Ana Flavia disse...

Hahaha! Voce é mesmo muito engracada. Ainda bem q vc nao dirige por essas bandas onde moro, que uma desgovernada por aqui já basta.

Tadinho do girassol e da sandália.
bjos

Caso me esqueçam disse...

asnalfa: acho que eu tenho algum tipo de seguro. o problema eh que o carro nao tem. quanto a benzedeira, tah mais difícil…

borboletas: pois nao se sinta mais sozinha! nos estamos aqui como exemplo :)

rita: hahahaha ri com sua risada. realmente, "torar" eh foda. a gente fala "paraibanes" achando que vai ser normal pra todo mundo. de repente, ate os paraibanos riem hehehehe

drixz: opa! falou em aparelhos electrónicos? camilo ja disse que tem medo de mim nesse sentido. quebrei um "discman" (é o novo…) que ele tinha. usei duas vezes e quebrei. depois quebrei um mp3 dele. depois queimei umas caixas de som que ele tinha. aih ele decidiu que era hora de eu ter minhas próprias coisas e quebra-las sozinha :)

gloria: nossa, que jeito fantástico de aparecer pro paquera, hei hehehe que classe! posso nem rir, neh… compartilho geral da sua dor. quanto à direcao, soh tirei a carteira porque, enquanto que no brasil era 500 reais, aqui na frança seria quase 2000 euros. mas se eu pudesse, eu teria procurado mais o que fazer hehehe

aline: mas eu nao pedi assim que cheguei aqui. pedi faltando um mês antes de completar um ano de frança. disseram que ia demorar mais de 4 meses soh pro dossie comecaaaar a ser estudado. mas dois meses depois, mais ou menos, eu recebi a carteira.

ana: pois eh, tenho pena das pessoas do meu bairro, elas nao sabem o perigo que correm! ainda… hohoho

Anônimo disse...

Conheci o seu blog por indicação no Google Reader e desde então acompanho você.
Morro de rir de algumas histórias.
Além de rir muito desta queda (inevitável! seus textos e a maneira como escreve deixa tudo divertido), me interessei pelas outras que você escreveu e lá fui eu ler, detalhe, estou no trabalho. Mas eu ri descontroladamente, chorei de rir que teve gente no escritório sem entender nada, ri muito, vi as fotos dos machucados já cicatrizando, ainda estava engraçado, quando abri as fotos do 1ro tombo, nos 1ros dias...nossa como eu me senti culpada de rir tanto.
Garota, eu achava que eu era cai cai, desequilibrada, mas você entra pra arrebentar! O seu negócio é não passar despercebida! ...rsrsrs...
Também já caí na linha do TRAM em Genebra, mas não vinha nenhum (por sorte) e bicicleta pra mim é sinônimo de queda.
Mas assim como eu, você faz piada de tudo, até da própria dor...então estamos na mesma!
A minha última é que moro agora em SP e estou pensando seriamente em comprar uma scooter pra facilitar minha vida com esse trânsito infernal.....só que estou com medo de virar estatística. Pelo menos ainda tenho uma pontinha de responsa!

Parabéns! Adoro seus textos e me divirto muito com a maioria deles.

PS: MENINA! CUIDADO COM ESSE CARRO POR AÍ HEIN!
As penalidades são gravíssimas para infrações mínimas. SEGURO SEMPRE!

Bjs
Aline

S. disse...

Vc caiu? N, porra, me joguei.
Vivo roxa e esfolada. lasca.

Anônimo disse...

Esta tudo?!Eu estava farto de procurar formas de ganhar dinheiro online ate que axei um website para ganhar dinheiro sem por dinheiro para jogar poker,aprecieimuito!
ponho aqui a morada para o pessoal http://www.cakepokerbonus50gratisypc.pokersemdeposito.com/ !
Bye Bye

Talvez

Related Posts with Thumbnails